Canal Içara

Canal Içara

18 de março de 2019 - 13:22
Com o aprimoramento da genética do gado pelo mundo, criaram-se diferentes conceitos sobre carne e diferentes nomenclaturas para os cortes. As culturas se entrelaçaram e surgiram características como o marmoreio. Trata-se da acumulação de gordura intramuscular na carne bovina e suína. Ele se caracteriza por pequenos traços brancos, que podem aparecer em menor ou maior quantidade, resultando em níveis que vão de 1 ao 12 (melhor).

O marmoreio resulta em uma carne muito mais macia, corada e saborosa. Essa gordura entremeada derrete, explodindo sabor na boca de quem a consome. No entanto,quando o marmoreio é pequeno, as diferenças sensoriais se tornam imperceptíveis. A raça bovina com o melhor nível de marmoreio é o Wagyu. Embora seja conhecido no Japão, é um gado europeu, que desembarcou no continente asiático para puxar arado nas lavouras de arroz.

O Wagyu é massageado, borrifados com saquê e ganha até uma cervejinha de brinde. Os japoneses acreditam que a massagem e o álccol funcionam como uma drenagem linfática favorecendo a marmorização da carne. Em alguns criadouros, os animais são confinados ouvindo ópera. E o seu alto valor se explica justamente por isso, por ser uma carne importada, com um custo alto de produção e um valor agregado com o marmoreio.

Nas boutiques de carne do Brasil o contra filé de wagyu é vendido de R$ 240 a R$ 300 o quilo, em média 12 vezes mais que o contrafilé comum vendido no açougue. No Japão essa carne é conhecida pelo nome de kobe beef. Uma coqueluche da culinária internacional. É o bife mais saboroso e mais caro do mundo. Pode custar o equivalente a R$ 2.500 o quilo, por isso os criadores japoneses se esmeram no manejo e na alimentação.

A raça Wagyu foi introduzida no Brasil há 23 anos pela empresa japonesa Yakult. Hoje a fazenda deles, na cidade de Bragança Paulista, perto de São Paulo, tem o maior rebanho do país. São 500 animais puros. Embora exista também Wagyu de pelagem avermelhada, na fazenda predomina a linhagem escura, chamada black Wagyu. Existe também na região do Mato Grosso uma experiência de cruzamento do Wagyu com o Nelore. A partir das mudanças genéticas e também da popularização desse gado no Brasil, o preço pode baixar, mas até lá, continuará sendo uma carne pouco acessível.


O sabor inconfundível e também o preço, bastante acessível, faz da costela um corte atrativo. Ela permite diferentes texturas de mastigação que variam de acordo com a raça e idade do animal, além do tempo de fogo. Pode ser feita com lenha ou carvão, no forno a gás e até mesmo na panela. Além disso, permite ser servida em tiras e até mesmo numa vaca atolada.

Toda costela tem osso, pesado junto com a peça, portanto presente também no valor. Em uma peça de 8,415kg - ao preço de R$ 100,14 - aproximadamente 2,1kg são apenas de ossos. Isto corresponde a 24,03%. Sendo assim, considerando o peso da carne, a costela que foi adquirida a R$ 11,90 por quilo custa na verdade R$ 15,80 por quilo. E mesmo assim o custo-benefício é bom.

“É um assado que traduz muito bem as concepções do churrasco no Brasil, não só pelo sabor que proporciona, como pelas confraternizações que possibilita. A costela é, sim, a carne do brasileiro”, indica o chef Paulo Vitor Dal Pont, o PV Show. A orientação dele é multiplicar o número de pessoas do evento por 0,450kg (de carne) e adicionar mais 20% para o peso adequado. “vale destacar que essa conta é feita por um gordinho, ou seja, para sobrar”, brinca.



A fraldinha é um corte muito suculento e saboroso. Também conhecida como aba de lombo, ela frequenta a mesa de muitas famílias no Brasil. Nesta receita, aprenda a fazer a carne enrolada e mergulhada em um saboroso e cheiroso molho de manteiga e chimichurri. Uma combinação sensacional, suculenta e de simples preparo.

No vídeo deixamos a nossa ideia e você fica livre para inovar. Confira como fazer, experimente a receita, compartilhe e inscreva-se no canal.

Ingredientes
1 Peça de fraldinha
Sal de Parrilla
300g de manteiga com sal
Chimichurri a gosto
Palitos de espetinho (compre dos fortes)




A fraldinha é um corte muito suculento e saboroso. Também conhecida como aba de lombo, ela frequenta a mesa de muitas famílias no Brasil. Na receita a seguir a dica é preparar em yn hambúrguer com provolone embrulhado em folhas de bacon. Uma combinação sensacional, suculenta e de simples preparo. No vídeo deixamos a nossa ideia e você fica livre para inovar. Confira como fazer, experimente a receita, compartilhe e inscreva-se no canal.

Ingredientes
Mini pães de hambúrguer
Maionese
Fraldinha moída
Queijo provolone e rodelas
Bacon em tiras




A fraldinha é um corte muito suculento e saboroso. Também conhecida como aba de lombo, ela frequenta a mesa de muitas famílias no Brasil. Uma deliciosa opção é rechear no preparo. No vídeo deixamos a nossa ideia e você fica livre para inovar. Confira como fazer, experimente a receita, compartilhe e inscreva-se no canal.

Ingredientes
1 parte da peça da fraldinha
Cebola
Pimentão
Queijo
Azeite de oliva
Sal de parrilla
Palitos ou linha




Paulo Vitor Dal Pont reúne de forma divertida no Youtube um pouco de sua função como jornalista, empresário e chef, todo mês, com uma nova receita de comida e drinque.