Canal Içara

Canal Içara

03 de junho de 2020 - 11:54
É inevitável! A nossa vontade de compartilhar bons momentos (e boas fotos) é quase melhor que a experiência de viver o momento. Quem nunca postou fotos nas redes sociais de um prato delicioso? E aquela taça de vinho a dois? Nem vou falar dos boomerangs naquele ambiente maravilhoso que virou point da galera…

É neste contexto que surge o termo “Instagramável”, ou seja, a foto digna de ser compartilhada no Instagram, a principal rede social de compartilhamento de fotos do mundo. Mas o que tem a ver com a experiência do consumidor? TUDO! E já te digo o porquê.

Mas primeiro, um recado: as empresas que não sabem aproveitar dessa ferramenta estão perdendo um potencial mercado de consumidores sedentos por uma nova foto em suas redes sociais! O termo tem se revelado uma excelente ferramenta para engajar os clientes, gerar compartilhamento orgânico e comunicar o propósito da marca, reforçando o branding.

As pessoas nas redes sociais prestam mais atenção em seus amigos do que em “propagandas” de empresas quando rolam a timeline, por mais que sejam seguidoras da marca. Está aí a primeira oportunidade. Seja com um produto, uma embalagem diferenciada, um cartão personalizado ou até mesmo uma inovação no ambiente, gere a vontade em seus clientes de compartilharem a experiência com sua marca. Negócios com baixa experiência agregam pouquíssimo valor!

“Ah, Deinyffer, vai aumentar o custo se eu fazer tal ação”. Para você que está pensando nisso, vai uma dica: faça com que seu público seja o influencer do seu negócio e invista menos em marketing. Experiências reais conquistam mais clientes que campanhas impulsionadas (pagas). Está aí mais uma oportunidade.

Vamos aos exemplos: Quem aqui já tomou um Starbucks sem postar a (famosa) foto do copo com seu nome no Instagram?

Dúvido que você já não tenha visto uma publicação de alguém neste mural, em um bar na cidade de Nova Veneza:

Ou então alguém que tenha ido no Rock in Rio e não tenha uma foto neste portal:

E que tal fotos de drinks diferenciados, para mostrar a experiência com produtos:

A questão é: INOVE e crie EXPERIÊNCIAS que você teria vontade de compartilhar! As ideias são muitas, as possibilidades são infinitas.


NOTÍCIAS DA SEMANA:
#1 Startup russa vende ‘imortalidade digital’ com clones-robôs de pessoas;
#2 Banco Itaú compra startup por meio milhão de reais;
#3 Apple lança seu streaming por R$ 9,90. Conseguirá brigar com a Netflix?
#4 Empreendedores criam vinho em lata para popularizar consumo da bebida;
#5 Esta atriz criou uma ONG para acelerar negócios de mulheres empreendedoras;

EVENTOS:
@ Abertura Núcleo de MEIs, 05 de novembro, na ACII - Içara;
@ Workshop Modelagem de Negócios - PEC SATC, 06 de novembro, na SATC;
@ Conexão Criciúma Empreendedora - 07 de novembro, na ACIC;
@ RD Summit 2019, 06 a 08 de novembro, em Florianópolis;


Certamente você já ouviu falar no termo “Economia Colaborativa”. Talvez não com este nome, mas como “Economia compartilhada” ou “Consumo colaborativo”. A grande pergunta é: como que isso impacta no meu dia-a-dia?

Talvez você nem se deu conta, mas já economizou alguns “pilas” usufruindo dessa nova economia. Uber, Airbnb, Wikipédia… hoje em dia é difícil quem não tenha utilizado algum desses serviços, considerados como inovadores. Para entender melhor, vamos aos primórdios, quando ainda nem existia o termo, mas já se tinha o pensamento colaborativo. Se você estudou em uma escola ou faculdade particular, ou que tenha feito algum outro curso pago, você se aproveitou da economia colaborativa.

Imagina ter que pagar pela integralidade da estrutura na qual você estudou, pagar o salário total do professor que te ensinou e por aí vai… Todos estes custos foram compartilhados com outros alunos e ficou mais leve no bolso para todos. Pronto, está aí o conceito da tão falada Economia Colaborativa.

Em uma frase? É usufruir de algum bem ou serviço, com custos compartilhados e com o mesmo resultado/ganho.

Mas, por que esta economia está rompendo fronteiras e ganhando novos adeptos?

Eu citei grandes players do mercado colaborativo (Uber e Airbnb), mas este modo de pensar está cada vez mais presente em nosso dia-a-dia, em todos os tipos de negócios e relações. Empresas e consumidores entenderam o real significado de sustentabilidade e equilíbrio financeiro ao mitigar seus custos, dividindo-os com outras pessoas.

Hoje em dia é possível compartilhar o Spotify com sua família a um custo menor, assim como alugar bicicletas e patinetes sem ter que comprar uma (e nem estou falando do espaço que ocupa na garagem de casa), alguns novos edifícios já criaram uma lavanderia compartilhada, ou seja, adeus às máquinas de lavar ocupando espaço nos apartamentos, e muitos outros exemplos já estão surgindo por aí.

No lado empresarial, e com a reforma trabalhista, é possível compartilhar “colaboradores”, terceirizando ou até no modo de freelancer, adeus 220 horas/mês de trabalho para algumas profissões. Estruturas de escritórios ociosas e com altíssimos custos operacionais? Seja bem-vindo, Coworkings! Até aquelas máquinas industriais, que custam milhões e não produzem 100% de sua capacidade, estão sendo compartilhadas.

É realmente um mundo sem volta! É bom para quem usufrui, bom para quem tem o bem ou presta o serviço e é bom para a sustentabilidade do planeta. Afinal, somos quase 8 bilhões de pessoas no mundo e é quase impossível que cada um consiga viver apenas no seu quadrado. E aí, vamos compartilhar?


NOTÍCIAS DA SEMANA:
#1 Uber lança serviço de experiências gastronômicas;
#2 Facebook vai investir US$ 1 bilhão em moradias populares na Califórnia;
#3 SoftBank assume o controle do WeWork e anuncia US$ 5 bilhões em novo pacote de financiamento;
#4 Amazon compra a startup de saúde digital Health Navigator;
#5 Esta startup quase fechou as portas. Hoje, expande até 10% por semana;

EVENTOS:
@ Workshop Design Thinking, 29 de outubro, na SATC;
@ Conexão Varejo - Palestra com Fernando Kimura e Edmour Saiani, 30 de outubro, Criciúma;
@ Workshop Planejamento de Finanças - Cocreation SATC, 30 de outubro, na SATC;
@ Gatilhos Mentais que facilitam o aprendizado, 31 de outubro, na Plurall Coworking;
@ RD Summit 2019, 06 a 08 de novembro, em Florianópolis;


Seu negócio está pronto para a Black Friday 2019?
22/10/2019 às 08:50 | Deinyffer Marangoni
O ano passou rápido, não é mesmo? Agosto, que parece uma eternidade, nem deu tempo de riscar todos os quadradinhos do calendário, quando vi, já era setembro, e agora até o feriado de 12 de outubro já passou. Falando em feriado, já já chega dia 02 e 15 de novembro. Mas a data mais esperada de novembro certamente é o dia 29!

Temos dois grandes motivos para esta data ser tão aguardada: Black Friday e a primeira parcela do 13º salário. Empresários esperam superar suas metas de vendas e ter dinheiro para quitarem o encargo social. Já os colaboradores aguardam este momento para colocar seu planejamento financeiro em prática: pagar aquela conta atrasada, investir ou poupar. Fato é que muito desse dinheiro circula e aquece a economia do país inteiro.

A grande questão é que falta pouco mais de um mês para a Black Friday e poucos são os negócios que já estão se planejando para a data. Aí vem aquele famoso ditado que diz que “dinheiro não cai do céu”, ou seja, não adianta esperar aumentar o movimento e, consequentemente, o faturamento só por causa da data. Tem que se mexer, tem que fazer algo diferente do que você já faz o ano todo, tem que atrair o cliente!

“Ah, Deinyffer… falar é fácil!”. Sim, eu sei. Mas quero deixar aqui algumas dicas para você aproveitar esta data, se planejar, montar sua estratégia e aumentar (de fato) suas vendas:

1. Não faça promoções “fake”, o cliente sabe exatamente o seu preço e o do seu concorrente;
2. Não baixe o preço ao ponto de prejudicar sua margem de contribuição e de lucro;
3. Aprenda a analisar vendas em escala e fique de olho no ponto de equilíbrio;
4. Integre seu Facebook e Instagram as ofertas do seu negócio. É uma grande oportunidade para se comunicar com seu público e atrair aqueles leads;
5. Ofereça um diferencial: entrega grátis via aplicativos, brinde, uma experiência personalizada, etc


Quer aproveitar outras dicas e ver alguns importantes números dessa Black Friday? Acesse aqui para as dicas e clicando aqui você tem mais informações.


NOTÍCIAS DA SEMANA:
#1 Pesquisa do Google diz que aplicativos terão destaque na Black Friday de 2019;
#2 São Paulo ganha novo centro de inovação para grandes empresas;
#3 Por que os apps de mobilidade estão em queda nos Estados Unidos?
#4 Netflix irá captar mais US$ 2 bilhões para investir em conteúdo original;

EVENTOS:
@ ACII Conecta - Missão Empresarial em Portugal: roteiro de inovação, 22 de outubro;
@ Palestra “Seja sua Melhor Versão” com Laine Valgas e Affonso Kulevicz, 22 de outubro;
@ Workshop Growth Hacking - PEC SATC, 23 de outubro;
@ RD Summit 2019, 06 a 08 de novembro, em Florianópolis;


Você certamente já ouviu falar em Microempreendedor Individual, os famosos MEIs, isso porque eles cresceram absurdamente nos últimos 10 anos. Por meio da Lei Complementar nº 128/2008, que alterou a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, foi criado a figura do Microempreendedor Individual. Segundo dados do Portal do Empreendedor, em 2009 haviam 44.188 MEIs no país. Em março deste ano este número ultrapassou 8 milhões de MEIs registradas. Já em Içara, segundo dados da Prefeitura, em 2013 haviam 101 Microempreendedores Individuais ativos, já em janeiro de 2019, foram registrados 1.312, um aumento de 1.119%, e no primeiro semestre deste ano, mais de 60% das empresas que abriram são MEIs.

Vários são os fatores para regularização destes empreendedores, desde a fuga do desemprego, oportunidades de novos negócios e até os benefícios previdenciários e sociais. Segundo o SEBRAE, as atividades mais comuns dos MEIs são cabeleireiros, seguidos de comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios, obras, promoção de vendas, lanchonetes, dentre outros.

A facilidade na abertura e desburocratização governamental para regularização dos MEIs são fatores que encorajam os empreendedores. Abrir uma empresa não é difícil no Brasil, o grande problema é mantê-la. Várias são as dificuldades para administrar o negócio, dentre eles, em pesquisa feita pelo Sebrae, destacam-se o controle financeiro, a orientação para o crédito, propaganda e marketing e melhoria dos produtos, serviços e do atendimento.

Estas carências dos Microempreendedores Individuais de Içara podem ter uma solução! A Associação Empresarial de Içara (ACII) está criando um Núcleo de MEIs. Segundo a Consultora de Núcleos Empresariais da ACII, Maria Madeira, “o objetivo do Núcleo de MEIs é proporcionar acesso à informação e a metodologias, capacitar os empreendedores, promover troca de experiências e fortalecer a gestão dos negócios, visando aumentar a suas competitividades e a chance de permanecerem no mercado”.

“Muitos empreendedores estão focados apenas em seu dia-a-dia, ‘apagando incêndio’ e preocupados em pagar as contas do dia. Por meio do Núcleo, eles verão que não estão sozinhos, que outros empreendedores têm as mesmas dificuldades que seu negócio, mas que, pela união destes, é possível criar um ambiente que atendam suas dificuldades em comuns, respeitando suas diferenças e superando suas limitações”, conclui a consultora.

O evento de abertura do Núcleo de MEIs da ACII está marcado para o dia 5 de novembro, terça-feira, a partir das 19h00, na sede da entidade, que fica localizada no Ed. Talismã Trade Center. As empresas interessadas, ou para saberem mais informações, poderão entrar em contato com a entidade pelo telefone 48 3432-3429 ou enviar uma mensagem no WhatsApp 48 99179-4837.

Confira a pesquisa completa do SEBRAE sobre o Perfil dos MEIs no Brasil, acesse: https://datasebrae.com.br


NOTÍCIAS DA SEMANA:
#1 eBay, Visa, Mastercard e Stripe abandonam projeto Libra do Facebook;
#2 Nestlé abre programa para acelerar startups de tecnologia em saúde;
#3 Startup liga jogadores de futebol a recrutadores e capta aporte milionário;
#4 Google lança site para ajudar empreendedores;


EVENTOS:
@ ESCARH - Encontro Sul Catarinense de RH, 15 de outubro, na ACIC;
@ Sandro Magaldi em Criciúma - O Novo Código da Cultura, 16 de outubro, na ACIC;
@ Café 360º - Competências essenciais da Liderança, dia 18 de outubro, na ACII - Içara;
@ ACII Conecta - Missão Empresarial em Portugal: roteiro de inovação, 22 de outubro;
@ RD Summit 2019, 06 a 08 de novembro, em Florianópolis;


Solução para entregas de compras online vence o Startup Weekend 2019
08/10/2019 às 12:16 | Deinyffer Marangoni | com a colaboração de João Pedro Alves, da Alfa Comunicação
Entregaí terminou o fim de semana de imersão em empreendedorismo como a melhor entre as 12 equipes participantes na opinião dos jurados. A ideia de uma nova maneira de viabilizar entregas de compras feitas via internet se transformou no modelo de negócio consagrado com o primeiro lugar no Startup Weekend Criciúma 2019. A jornada de empreendedorismo com o total de 54 horas aconteceu na sede da Associação Empresarial de Criciúma (ACIC), neste último final de semana.

A arquiteta de sistemas Bruna Nazário esteve entre os que se aventuraram a apresentar sua ideia de negócio em um minuto ao grupo de 80 participantes na noite de sexta (4), primeiro dia do evento. Eleita como uma das 12 melhores propostas nesse momento, a solução de entregas de encomendas a pessoas que ficam o dia todo fora de casa reuniu mais quatro pessoas para a formação de um dos times.

Entre sábado e domingo, o projeto de startup ganhou o nome de Entregaí, assim como as outras soluções também entraram na jornada imersiva de empreendedorismo para validação de nome, ideia, modelo de negócio, produto, público-alvo, estratégia e outras nuances da rotina de uma empresa. Tudo com o apoio de mentores, profissionais com atuação no mercado e conhecimento do modelo de startups.

A comissão julgadora do Startup Weekend Criciúma 2019, formada pela secretária de Educação do Município de Criciúma, Roseli De Lucca, o diretor do campus do IFSC na cidade, Lucas Dominguini e a coordenadora do Núcleo da Mulher Empresária da ACIC, Lisandra Claus, teve a responsabilidade de eleger os melhores modelos de negócios. Entre os critérios estavam a resolução de um problema real, de maneira inovadora, com a possibilidade de repetição e reprodução em escala.

“O Entregaí resolve um problema comum a 62% dos nossos entrevistados durante o fim de semana, que querem fazer compras online, mas têm dificuldades para receber a encomenda por nunca estarem em casa. Criamos, então, uma plataforma que oferece a possibilidade do comprador coloque uma pessoa cadastrada na nossa plataforma como destinatário. Essas pessoas, que chamamos de entregueiros, vão receber o produto e combinar a melhor forma de deixar com o comprador. Serão inclusive remunerados para isso”, conta a empreendedora Bruna Nazário.

A vivência do Startup Weekend se mostra transformadora a todos os envolvidos, dos participantes aos organizadores, passando pelo time de profissionais responsável pelas mentorias. Trata-se de “um evento disruptivo”, sintetiza um dos mentores, um dos mentores, Fabio Francisco da Silva. “É um universo complexo, imenso, que pensa inovação e onde você vê a força, a integração entre as pessoas, os erros e acertos durante as 54 horas da jornada e isso não tem preço. Essa mentalidade de startup traz aqui é o futuro das empresas, independente do porte”, frisa.

Com todos os ingressos vendidos, corpo de mentores qualificados, engajamento das comunidades do ecossistema de inovação, a missão do Startup Weekend foi cumprida com sucesso, na avaliação do membro da comissão organizadora do evento, Jefferson Machado. “Conseguimos entregar tudo o que tínhamos a entregar com a ajuda dos patrocinadores, parceiros e principalmente das pessoas. Estamos na quinta edição e o ecossistema mostra o amadurecimento e o fortalecimento dessa cena de empreendedorismo”, aponta.

Os campeões do SW Criciúma 2019
1º – Entregaí (plataforma de logística de entregas para e-commerces)
2º – Cresci (Market place para venda de produtos para bebês, com possibilidade de usuários colocarem produtos usados)
3º - MaitreFood – aplicativo para restaurantes no qual o usuário consegue acessar e verificar a lotação do estabelecimento, o cardápio e até pagar as contas, a fim de evitar filas e a necessidade do garçom
Menção honrosa – RoBots – chatbot (atendimento automatizado) personalizado para negócios

Mais edições no Sul em 2020

Com edições desde 2016 na região Sul Catarinense, o Startup Weekend, maior evento de startups do mundo contará com mais edições no ano que vem. Criciúma, que já organizou cinco (uma delas da vertical Indústria) terá pela primeira vez uma edição do Startup Weekend Women, com foco no estímulo ao empreendedorismo feminino e que terá no mínimo 70% de participantes mulheres. O evento ocorrerá de 24 a 26 de abril, no Nações Shopping. Araranguá, também pela primeira vez, terá seu SW. Esses dois eventos se juntam às já consolidadas edições anuais de Criciúma e Tubarão.

Vocês devem estar se perguntando: “E cadê Içara?”... bem, nossa cidade também está no radar. Não se sabe, ao certo, qual a temática e quando ocorrerá, mas o que já posso afirmar é que, para o SW acontecer em Içara, é preciso de um grupo de empreendedores voluntários para planejar, organizar e executar o evento. Desde um Startup Weekend corporativo, ou seja, totalmente focado nos problemas de uma única empresa, ou nas mais diversas temáticas verticais (mobilidade, jovem, mulher, diversidade & inclusão, indústria, agrotech e até o legaltech, focado em soluções na área de advocacia), para este tipo de evento, o céu é o limite.


NOTÍCIAS DA SEMANA:
#1 No Dia Nacional da Abelha, multinacional alemã entrega Hotel de Abelhas em SP e RS
#2 PayPal abandona a Libra, projeto de criptomoeda liderado pelo Facebook
#3 Waymo, do Google, começará a testar seus carros autônomos em Los Angelesv
#4 Uber Works é novo aplicativo para conseguir emprego; veja como funciona
#5 Customer Success é o cargo da moda nas startups

EVENTOS:
@ Workshop Planejamento de Marketing - Cocreation SATC, 08 de outubro, na SATC;
@ Palestra: Plano de Marketing para as redes sociais em 8 passos, 09 de outubro, na ACII;
@ Palestra Cultura para Startups - PEC SATC, 10 de outubro, na SATC;
@ Innovation Summit, 10 e 11 de outubro, em Tubarão;
@ ESCARH - Encontro Sul Catarinense de RH, 15 de outubro, na ACIC;
@ Sandro Magaldi em Criciúma - O Novo Código da Cultura, 16 de outubro, na ACIC;
@ RD Summit 2019, 06 a 08 de novembro, em Florianópolis.


Deinyffer Marangoni é formado em Administração, atua como executivo da Associação Empresarial de Içara e docente na Faculdade do Vale do Araranguá.