Canal Içara

Canal Içara

26 de maio de 2019 - 02:10
Criciúma resiste com jogador expulso e vence
22/05/2019 às 00:35 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma conquistou sua primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro 2019. O triunfo aconteceu sobre o Guarani, de Campinas/SP, na noite desta terça-feira, dia 21, no estádio Heriberto Hülse, pelo placar de 1x0. O gol foi anotado por Léo Gamalho, aos 10 minutos do primeiro tempo.

No primeiro tempo, o Criciúma poderia ter feito mais de um gol. Foi melhor na partida e oportunizou jogadas ofensivas de perigo. Tanto os jogadores quanto o técnico Gilson Kleina sabiam que a vitória não poderia escapar, porque a hora de vencer havia chegado e o time não poderia ceder mais um empate dentro de casa. Dessa forma, o Tigre continuou buscando ampliar o marcador, mas o Guarani soube se organizar defensivamente.

No início da segunda etapa, o zagueiro Derlan foi expulso em jogada desnecessária. O atleta comprometeu a estrutura do time em campo e deixou os próprios companheiros em situação desconfortável na partida. Mesmo com um jogador menos durante praticamente toda a segunda etapa, o Tigre foi guerreiro e não deixou com que o time de Campinas balançasse as redes.

Um dos responsáveis pela manutenção da vitória foi o goleiro Paulo Gianezini, que defendeu à queima roupa e influenciou diretamente o resultado positivo do jogo, realizando defesas difíceis. O Tigre chega aos cinco pontos, com uma vitória, dois empates e duas derrotas. O próximo jogo será disputado contra o Botafogo/SP, fora de casa, no dia 1 de junho.


Criciúma não se encontra em campo e perde ao natural
17/05/2019 às 23:54 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma teve atuação pífia na noite desta sexta-feira, dia 17, contra o Atlético-GO. Com esquema modificado com relação ao jogo anterior, o técnico Gilson Kleina não conseguiu fazer com que o time se encontrasse em campo. Equipe totalmente desorganizada e sem qualquer tipo de criação de jogadas ofensivas de perigo.

A derrota por 3x1 indica que o Tigre ainda não encontrou um padrão de jogo a ser colocado em prática na Série B do Campeonato Brasileiro. O técnico Gilson Kleina tenta criar variações de formações táticas, mas isso faz com que o time apresente atuações totalmente diferentes a cada rodada. A oscilação está resultando em resultados insatisfatórios.

Isso porque no jogo contra o América-MG na rodada anterior, o Tigre empatou em 0x0 com o time mineiro, mas teve boa atuação, se apresentou de forma organizada, com ênfase ofensiva e organização defensiva. Porém, no jogo desta sexta-feira, o Tigre foi completamente dominado pelo adversário. O que assusta ainda mais é que o time goiano não é uma equipe extraordinariamente qualificada. Um exemplo: na rodada anterior, o Atlético Goianiense foi completamente dominado pelo Bragantino.

E na partida contra o Criciúma, o time goiano ganhou ao natural, dominou as ações de jogo e fez com que o Tigre terminasse a quarta rodada ainda sem conseguir vencer na competição. O técnico Gilson Kleina precisa encontrar uma formação ideal para o elenco o quanto antes. O próximo jogo é no Estádio Heriberto Hülse, às 19h15 desta terça-feira, dia 21, contra o Guarani/SP.


Futebol apresentado é aceitável, mas resultado preocupa
11/05/2019 às 17:14 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O resultado de 0x0 entre Criciúma e América-MG não é dos melhores. São apenas dois pontos conquistados em três jogos. De fato, não é o início de campeonato que possa ser considerado positivo. Além disso, dos dois jogos disputados em casa, o Tigre teve uma derrota e um empate. Fora de casa, obteve um empate contra a Ponte Preta. A vitória precisa aparecer o quanto antes. Caso contrário, o Criciúma começa a ficar no pelotão abaixo dos 10 primeiros colocados da competição.

Porém, o que pode ser ressaltado nesse momento é a forma como o time Criciumense joga. É um futebol que agrada. O time tem uma forma de jogar, não é uma equipe apavorada e consegue executar as jogadas contra os adversários. Não é um futebol que chega a encantar, mas, para o estilo da Série B, com jogos disputadíssimos, decididos nós detalhes, o Tigre demonstra que poderá fazer uma campanha aceitável no primeiro turno. É um período de evolução na competição nacional.

No jogo deste sábado, dia 11, o Tigre foi melhor na primeira metade do primeiro tempo. Imprimiu velocidade, volume de jogo e dominou as ações. Chegou com perigo em diversas oportunidades e assustou o adversário. Após a metade da primeira etapa, o América-MG se encontrou no jogo e equilibrou o confronto.

No segundo tempo, ambas as equipes voltaram mais preocupadas em não levar gol e diminuíram o ritmo. Porém, o time mineiro teve mais chances de balançar as redes e assustou em jogadas ofensivas, tanto em escanteios e jogadas aéreas como em finalizações perigosas. De certa forma, o empate é justo e reflete o equilíbrio na partida.


Criciúma empata com a Ponte Preta nos acréscimos
03/05/2019 às 00:36 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma empatou em 1x1 com a Ponte Preta, nesta quinta-feira, dia 2. O gols da partida foram anotados por Léo Santos. Ele fez um gol-contra no primeiro tempo e um gol nos acréscimos do segundo tempo para empatar a partida. Esse é o primeiro ponto conquistado pelo Tigre na Série B do Campeonato Brasileiro. Na terceira rodada, o Tigre enfrenta o América-MG, às 11h do dia 11, no estádio Heriberto Hülse.

O jogo
No primeiro tempo, O Criciúma começou bem na partida. Nos primeiros 15 minutos, o Tigre teve chances de gols e apresentou ritmo elevado de jogo, assim com ao Ponte Preta. Com estilo agudo de jogo e velocidade nas transições, assim como jogadas ofensivas, o Tigre esteve muito perto de abrir o placar, mas a bola não entrou. Até que aos 31 minutos, Léo Santos empurrou a bola contra o próprio gol. Ele tentou afastar a bola e acabou errando. Mesmo assim, o Tigre não se abateu e continuou tentando balançar as redes.

No segundo tempo, o time de Campinas voltou mais conservador e priorizou o sistema defensivo para preservar a vantagem no placar. A marcação do time paulista se acertou e o Tigre não tinha mais sequência de chances claras de gol. Quando as oportunidades apareciam, a defesa adversária conseguia realizar bom trabalho de posicionamento e marcação.

Até que, aos 47 minutos do segundo tempo, O Criciúma teve a última oportunidade de fazer gol de bola parada. Em uma falta cobrada para dentro da área, Léo Santos mandou a bola para o fundo do gol e deixou o placar em igualdade.


Clima de perplexidade no estádio Heriberto Hülse
27/04/2019 às 20:05 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O clima no estádio Heriberto Hülse foi de perplexidade após derrota do Criciúma, no último minuto, diante do Cuiabá-MT, na noite deste sábado, dia 27. O time mato-grossense venceu por 1x0, com gol de Todinho, em jogada de contra-ataque, aos 49 minutos do segundo tempo.

Após o apito final, boa parte dos 3,4 mil torcedores ficaram atônitos, olhando os jogadores indo em direção ao vestiário, sem reação. A ficha parecia não cair. Logo no primeiro jogo do Tigre na Série B do Campeonato Brasileiro, derrota no último lance.

Enquanto os jogadores do Cuiabá corriam para o banco de reservas para comemorar durante o gol, os torcedores do Criciúma pareciam não acreditar naquela cena. No apito final, a equipe mato-grossense se abraçava entre si, enquanto os jogadores do Criciúma saíam cabisbaixos de campo.

Definitivamente, a estreia do Criciúma na segunda divisão nacional de 2019 não foi nada boa. Além da atuação pífia, o placar final fez com que o Tigre deixasse escapar até mesmo o empate em casa. O resultado de igualdade já seria desagradável. Mas a derrota fez com que o jogo de estreia se tornasse um pesadelo para os torcedores.

O jogo, de forma geral, teve nível técnico baixo. Com transições lentas e pouca criação ofensiva, o Tigre apostou mais em jogadas aéreas para oferecer perigo ao adversário, mas sem sucesso. Vale destacar o excesso de “cera” (termo utilizado quando determinado jogador interrompe o jogo para atendimento médico na intenção de gastar tempo) dos jogadores do Cuiabá. Isso ocorreu principalmente com o goleiro adversário, que em diversas oportunidades pediu atendimento médico.

Derrota tricolor, que fica sem somar na tabela de classificação e enfrenta a Ponte Preta na segunda rodada. O jogo ocorre às 21h de quinta-feira, dia 2 de maio, no estádio Moisés Lucarelli.




*Erik Borges Vieira é jornalista e torcedor do Criciúma Esporte Clube