Canal Içara

Canal Içara

16 de novembro de 2018 - 23:09
Restando duas rodadas, Tigre fica a três pontos da zona de rebaixamento
10/11/2018 às 22:39 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma não conseguiu garantir a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro na tarde deste sábado, dia 10, no Estádio Heriberto Hülse. O Tigre cedeu o empate em 3x3 com o CRB/AL e ainda continua com chances de rebaixamento à Série C. Com direito a pênalti desperdiçado por Zé Carlos, o Criciúma deixa escapar mais uma vitória e completa sete jogos sem vencer.

A sequência de jogos sem vitórias é extremamente preocupante, porque se garantir na segunda divisão nacional nas últimas (ou na última) rodada faz com que o trabalho realizado durante toda a temporada vá por água abaixo. A queda de rendimento da equipe criciumense chega a ser vergonhosa. No momento em que o clube mais precisa do time, o rendimento cai e os resultados positivos desaparecem.

Ao que parece, os jogadores estavam com o pensamento de que as vitórias viriam ao natural. Mas a Série B do Brasileiro é a competição mais equilibrada do país e não existe essa história de “vitória ao natural”. A falta de concentração (tanto ofensiva quanto defensiva) do Criciúma comprometeu o resultado e deixa o torcedor apreensivo até as rodadas finais. O próximo compromisso ocorre às 19h30 de sábado, dia 17, no Estádio Serra Dourada. O adversário será o Vila Nova/GO.



Com falhas primárias, Tigre perde para o Londrina/PR
07/11/2018 às 01:50 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma perdeu por 4x2 para o Londrina, nesta terça-feira, dia 6, no Estádio do Café/PR. A partida da 35ª rodada contou com falhas primárias de marcação do setor defensivo. O zagueiro Fábio Ferreira protagonizou as maiores “lambanças” da partida. O atleta tricolor falhou duas vezes e, nas duas falhas, gols foram anotados pelo time paranaense.

Além disso, o Londrina balançou as redes em cruzamentos onde o lateral-direito improvisado (Eduardo) não acompanhou a marcação. Já os gols do Tigre foram anotados por Liel, de cabeça. O time demonstrou desatenção na partida e não soube encontrar forças para reagir às investidas da equipe adversária.

O time catarinense pecou pela falta de atenção na marcação e volta para casa sem somar e há seis jogos sem saber o que é vitória. Restando três rodadas para o fim da competição, o Tigre ainda não está matematicamente garantido na Série B de 2019. Dessa forma, os pontos necessários precisam ser obtidos no jogo contra o CRB/AL, neste sábado, dia 10, no Estádio Heriberto Hülse, às 17h.



Tigre faz dois gols nos acréscimos e empata com o Goiás
01/11/2018 às 22:27 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
Provavelmente nem o mais otimista dos torcedores do Tigre esperava a reocupação no resultado do jogo desta quinta-feira, dia 1, no Estádio Heriberto Hülse. O Goiás abriu 2x0 no placar e o Criciúma marcou dois gols nos acréscimos do segundo tempo, deixando tudo igual.

Na base do abafa, do desespero, da pressão constante, o Tigre obteve ponto fundamental na busca pela permanência matemática na Série B do Campeonato Brasileiro. O time chega aos 42 pontos e ganha mais confiança para o próximo confronto, diante do Londrina, no Estádio do Café, dia 6, às 19h15.

Os gols do time esmeraldino foram marcados pelo ex-jogador do Tigre, Lucão. Já o Criciúma balançou as redes com Zé Carlos, aos 47 minutos (de pênalti) e Sandro, aos 49. O time goiano tem qualidade ofensiva. Conta com o artilheiro da competição (Lucão) como centroavante, além da velocidade dos jogadores que atuam pelos flancos.

É uma equipe bem montada, que soube administrar a vantagem e teve tranquilidade para ampliar a margem de gols. Porém, nos minutos finais, o time goiano abriu mão até mesmo dos contra-ataques e teve como sua principal ação a compactação com chutes de longa distância para afastar a bola do setor defensivo de qualquer maneira.

Isso fez com que o Tigre conseguisse criar inúmeras chances ofensivas, com bolas aéreas constantes. Além disso, a entrada de Elvis melhorou a distribuição do jogo e o ingresso de Andrew à partida deixou o time mais rápido pelas pontas. Andrew conseguiu sofrer várias faltas. Isso contribuiu para que o Tigre levantasse várias bolas na área.

O empate em casa pode ser comemorado devido ao que ocorreu no roteiro da partida. O ponto conquistado é importante para se aproximar da garantia de permanência na segunda divisão nacional e mostra (mais uma vez) que tudo pode acontecer antes do apito final do árbitro. Futebol é isso.


Com duas viradas no placar, Tigre perde para o Figueirense
27/10/2018 às 19:49 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
A partida entre Figueirense e Criciúma contou com cinco gols. Jogo movimentado que encerrou com vitória caseira: 3x2. O Figueira saiu na frente no placar, sofreu a virada com dois gols de Alex Maranhão, mas conseguiu virar o jogo e sair de campo vitorioso.

Com o resultado, o time de Florianópolis praticamente evita qualquer chance de rebaixamento. Já o Criciúma, que conta com 41 pontos, adia a intenção de se firmar na metade da tabela de classificação da Série B ao menos até a próxima rodada, quando recebe o Goiás no estádio Heriberto Hülse, na quinta-feira, dia 1, às 19h15.

Na primeira etapa, o Figueirense começou melhor na partida e o goleiro Luiz precisou ser acionado em diversas oportunidades. Embora o Tigre tenha perdido, o camisa 1 tricolor fez ótima atuação e salvou o time com defesas difíceis. Outro atleta que se destaca na partida é Alex Maranhão. Resta ao técnico Mazola Júnior decidir se mantém o atleta como titular no próximo jogo, com o retorno de Elvis entre os relacionados.

A partida mudou de trajetória quando Renan Mota acertou a bola no ângulo com chute de longa distância. A partir desse momento o Figueira cresceu ainda mais no jogo e obteve a virada no placar com gol de Henrique Trevisan. O Tigre ainda teve o lateral-esquerdo Iago expulso aos 46 minutos do segundo tempo.


Em jogo marcado por arbitragem polêmica, Criciúma e São Bento empatam
20/10/2018 às 01:59 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
Uma das partidas mais polêmicas do Criciúma na Série B do Campeonato Brasileiro de 2018. A arbitragem comandada por Wanderson Alves de Sousa, da Federação Mineira de Futebol protagonizou atuação confusa e cometeu erros capitais que interferiram diretamente no resultado da partida. Erros ocorreram e as duas equipes foram prejudicadas em momentos distintos do jogo. Resultado final: 0x0.

O erro que prejudicou o time do São Bento se deu aos seis minutos do segundo tempo. Um gol erroneamente anulado impediu que o time paulista abrisse o placar. Aos 14’ da segunda etapa, Elvis foi expulso por reclamação. Um cartão amarelo ao atleta seria a punição mais adequada para a ocasião. Já aos 29’, o goleiro do Tigre, Belliato encosta na bola fora da área e recebe apenas cartão amarelo. Nessa situação, a regra a ser seguida é de aplicação do cartão vermelho ao jogador.

Ao fim do jogo, conclui-se que as falhas de arbitragem comprometeram a história do jogo. Dadas às circunstâncias, o empate fora de casa faz o Criciúma chegar aos 41 pontos. A atuação do goleiro Belliato (embora tenha cometido a falha de tocar na bola fora da área) foi aceitável. O atleta conseguiu suprir a ausência do goleiro Luiz na partida.

O Criciúma conseguiu encaixar a marcação e contou também com a desorganização ofensiva do São Bento/SP, que desperdiçou chances reais de gol e sentiu dificuldades na construção efetiva das jogadas, mesmo com um jogador a mais. Os chutes a gol do time paulista tiveram números expressivos, mas a qualidade dos arremates não foi suficiente boa para romper a defesa adversária.

Talvez essa seja uma das principais qualidades/características da filosofia de jogo adotada pelo técnico Mazola Júnior: a organização/frieza defensiva. Como diria o ditado: ataque ganha jogo, mas defesa ganha campeonato. Ou seja, um setor defensivo organizado faz com que a equipe tenha regularidade na competição. O time criciumense não vencer, mas obteve empate fora de casa sem sofrer gol.


*Erik Borges Vieira é jornalista e torcedor do Criciúma Esporte Clube