Canal Içara

Canal Içara

16 de janeiro de 2019 - 20:27
Missão cumprida: Criciúma vence e permanece na Série B
25/11/2018 às 04:59 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma superou a equipe do (já rebaixado) Sampaio Corrêa neste sábado, dia 24, no Estádio Heriberto Hülse. A vitória por 2x0, com gols de Zé Carlos e Elvis, fez com que o Tigre encerrasse a Série B do Campeonato Brasileiro na 14ª colocação, com 47 pontos. Uma observação válida: a equipe criciumense ficou à frente do Figueirense (15º com 46 pontos), clube da capital catarinense.

De fato a missão foi concluída com êxito e a promessa do técnico Mazola Júnior foi cumprida: o Criciúma venceu o jogo e garantiu permanência na segunda divisão nacional. Obviamente, isso não é mais do que obrigação a um time que estava há oito jogos sem vencer. A torcida compareceu em peso e protagonizou uma linda festa nas arquibancadas. Durante alguns minutos do primeiro tempo o Criciúma estava sendo rebaixado para a Série C, pois o Paysandu/PA vencia seu jogo por 1x0 e empurrava a obrigação de vitória ao time catarinense.

Mas o time paraense sofreu virada no placar e recolocou o Tigre em situação favorável na tabela. Tudo isso era acompanhado de perto por grande parte da torcida e anunciado no sistema de som do estádio Heriberto Hülse. E assim terminou o primeiro tempo em Criciúma: 0x0.
Na segunda etapa, Zé Carlos mandou a bola para as redes e Elvis ampliou a vantagem. Quando o placar estava zerado, os atletas do Sampaio Corrêa fizeram de tudo para procrastinar o jogo. Em diversas oportunidades os jogadores do time maranhense caíram em campo e solicitaram atendimento médico.

Isso contribuiu para a quebra do ritmo de jogo em alguns momentos. Porém, após a abertura no placar, o adversário criou oportunidades de gol, mas o goleiro Belliato não comprometeu o placar e terminou a partida sem sofrer gols. E assim o Criciúma encerra sua temporada de jogos oficiais do time principal em 2018.


Criciúma decidirá permanência na última rodada da Série B
17/11/2018 às 23:35 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma joga a última rodada da Série B ainda com chances de rebaixamento. Isso porque no jogo deste sábado, dia 17, o Tigre empatou em 2x2 com o Vila Nova/GO e ficou apenas um ponto acima do Paysandu/PA (primeiro integrante da zona de rebaixamento). São oito jogos sem saber o que é vitória. O Criciúma se complicou sozinho na competição. Parecia que a permanência ocorreria ao natural nas rodadas anteriores. Embora o time dependa apenas de si para permanecer na segunda divisão nacional, essa situação é extremamente delicada.

Depender a última partida para decidir a permanência é inadmissível a um clube que emendou bons resultados na metade da competição e, inexplicavelmente, teve queda de rendimento assustadora. Temporada deplorável do Criciúma em 2018. Passou por momentos delicados no Campeonato Catarinense (início do ano) e passa por situação semelhante na Série B do Brasileiro.

Após sair atrás no placar aos 40 segundos de jogo, o Criciúma virou o placar com golaço de Eduardo e gol de cabeça de Liel. Com esse resultado o Tigre garantia a permanência na competição nacional. Mas sofreu empate no último lance do primeiro tempo, aos 49 minutos.

O Tigre não teve atuação apagada. Competiu igualmente com o Vila Nova/GO, mas também contou com o ímpeto da equipe adversária, que precisava vencer para permanecer na briga pelo acesso à Série A. Com o resultado de 2x2, o time goiano não tem mais chances de subir de divisão. Já o Tigre precisa da vitória para escapar do rebaixamento sem depender de resultado do jogo entre Paysandu/PA e Atlético/GO.

O Criciúma decide a permanência contra o Sampaio Corrêa neste sábado, dia 24, no Estádio Heriberto Hülse, às 17h.


Restando duas rodadas, Tigre fica a três pontos da zona de rebaixamento
10/11/2018 às 22:39 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma não conseguiu garantir a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro na tarde deste sábado, dia 10, no Estádio Heriberto Hülse. O Tigre cedeu o empate em 3x3 com o CRB/AL e ainda continua com chances de rebaixamento à Série C. Com direito a pênalti desperdiçado por Zé Carlos, o Criciúma deixa escapar mais uma vitória e completa sete jogos sem vencer.

A sequência de jogos sem vitórias é extremamente preocupante, porque se garantir na segunda divisão nacional nas últimas (ou na última) rodada faz com que o trabalho realizado durante toda a temporada vá por água abaixo. A queda de rendimento da equipe criciumense chega a ser vergonhosa. No momento em que o clube mais precisa do time, o rendimento cai e os resultados positivos desaparecem.

Ao que parece, os jogadores estavam com o pensamento de que as vitórias viriam ao natural. Mas a Série B do Brasileiro é a competição mais equilibrada do país e não existe essa história de “vitória ao natural”. A falta de concentração (tanto ofensiva quanto defensiva) do Criciúma comprometeu o resultado e deixa o torcedor apreensivo até as rodadas finais. O próximo compromisso ocorre às 19h30 de sábado, dia 17, no Estádio Serra Dourada. O adversário será o Vila Nova/GO.



Com falhas primárias, Tigre perde para o Londrina/PR
07/11/2018 às 01:50 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma perdeu por 4x2 para o Londrina, nesta terça-feira, dia 6, no Estádio do Café/PR. A partida da 35ª rodada contou com falhas primárias de marcação do setor defensivo. O zagueiro Fábio Ferreira protagonizou as maiores “lambanças” da partida. O atleta tricolor falhou duas vezes e, nas duas falhas, gols foram anotados pelo time paranaense.

Além disso, o Londrina balançou as redes em cruzamentos onde o lateral-direito improvisado (Eduardo) não acompanhou a marcação. Já os gols do Tigre foram anotados por Liel, de cabeça. O time demonstrou desatenção na partida e não soube encontrar forças para reagir às investidas da equipe adversária.

O time catarinense pecou pela falta de atenção na marcação e volta para casa sem somar e há seis jogos sem saber o que é vitória. Restando três rodadas para o fim da competição, o Tigre ainda não está matematicamente garantido na Série B de 2019. Dessa forma, os pontos necessários precisam ser obtidos no jogo contra o CRB/AL, neste sábado, dia 10, no Estádio Heriberto Hülse, às 17h.



Tigre faz dois gols nos acréscimos e empata com o Goiás
01/11/2018 às 22:27 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
Provavelmente nem o mais otimista dos torcedores do Tigre esperava a reocupação no resultado do jogo desta quinta-feira, dia 1, no Estádio Heriberto Hülse. O Goiás abriu 2x0 no placar e o Criciúma marcou dois gols nos acréscimos do segundo tempo, deixando tudo igual.

Na base do abafa, do desespero, da pressão constante, o Tigre obteve ponto fundamental na busca pela permanência matemática na Série B do Campeonato Brasileiro. O time chega aos 42 pontos e ganha mais confiança para o próximo confronto, diante do Londrina, no Estádio do Café, dia 6, às 19h15.

Os gols do time esmeraldino foram marcados pelo ex-jogador do Tigre, Lucão. Já o Criciúma balançou as redes com Zé Carlos, aos 47 minutos (de pênalti) e Sandro, aos 49. O time goiano tem qualidade ofensiva. Conta com o artilheiro da competição (Lucão) como centroavante, além da velocidade dos jogadores que atuam pelos flancos.

É uma equipe bem montada, que soube administrar a vantagem e teve tranquilidade para ampliar a margem de gols. Porém, nos minutos finais, o time goiano abriu mão até mesmo dos contra-ataques e teve como sua principal ação a compactação com chutes de longa distância para afastar a bola do setor defensivo de qualquer maneira.

Isso fez com que o Tigre conseguisse criar inúmeras chances ofensivas, com bolas aéreas constantes. Além disso, a entrada de Elvis melhorou a distribuição do jogo e o ingresso de Andrew à partida deixou o time mais rápido pelas pontas. Andrew conseguiu sofrer várias faltas. Isso contribuiu para que o Tigre levantasse várias bolas na área.

O empate em casa pode ser comemorado devido ao que ocorreu no roteiro da partida. O ponto conquistado é importante para se aproximar da garantia de permanência na segunda divisão nacional e mostra (mais uma vez) que tudo pode acontecer antes do apito final do árbitro. Futebol é isso.


*Erik Borges Vieira é jornalista e torcedor do Criciúma Esporte Clube