Canal Içara

Canal Içara

18 de agosto de 2019 - 01:53
Clima de perplexidade no estádio Heriberto Hülse
27/04/2019 às 20:05 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O clima no estádio Heriberto Hülse foi de perplexidade após derrota do Criciúma, no último minuto, diante do Cuiabá-MT, na noite deste sábado, dia 27. O time mato-grossense venceu por 1x0, com gol de Todinho, em jogada de contra-ataque, aos 49 minutos do segundo tempo.

Após o apito final, boa parte dos 3,4 mil torcedores ficaram atônitos, olhando os jogadores indo em direção ao vestiário, sem reação. A ficha parecia não cair. Logo no primeiro jogo do Tigre na Série B do Campeonato Brasileiro, derrota no último lance.

Enquanto os jogadores do Cuiabá corriam para o banco de reservas para comemorar durante o gol, os torcedores do Criciúma pareciam não acreditar naquela cena. No apito final, a equipe mato-grossense se abraçava entre si, enquanto os jogadores do Criciúma saíam cabisbaixos de campo.

Definitivamente, a estreia do Criciúma na segunda divisão nacional de 2019 não foi nada boa. Além da atuação pífia, o placar final fez com que o Tigre deixasse escapar até mesmo o empate em casa. O resultado de igualdade já seria desagradável. Mas a derrota fez com que o jogo de estreia se tornasse um pesadelo para os torcedores.

O jogo, de forma geral, teve nível técnico baixo. Com transições lentas e pouca criação ofensiva, o Tigre apostou mais em jogadas aéreas para oferecer perigo ao adversário, mas sem sucesso. Vale destacar o excesso de “cera” (termo utilizado quando determinado jogador interrompe o jogo para atendimento médico na intenção de gastar tempo) dos jogadores do Cuiabá. Isso ocorreu principalmente com o goleiro adversário, que em diversas oportunidades pediu atendimento médico.

Derrota tricolor, que fica sem somar na tabela de classificação e enfrenta a Ponte Preta na segunda rodada. O jogo ocorre às 21h de quinta-feira, dia 2 de maio, no estádio Moisés Lucarelli.




Nos pênaltis, Tigre é eliminado do Campeonato Catarinense
14/04/2019 às 18:52 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma está fora do Campeonato Catarinense. A eliminação aconteceu nos pênaltis, contra o Avaí, no estádio da Ressacada. Após o placar de 1x1 no tempo normal, com gols anotados por Daniel Amorim e Léo Gamalho, o Tigre decidiu nas cobranças de pênalti. Wesley e Marlon desperdiçaram suas respectivas chances.

No primeiro tempo, os primeiros lances foram de domínio tricolor Sul-catarinense. Porém, a partir dos 10 minutos da primeira etapa, o Avaí se encontrou no jogo e empurrou o Tigre para trás. O time da capital dominou as ações do primeiro tempo e o Criciúma se segurou como pôde. Com a proposta de sair em contra-ataque, o Tigre sofreu nos 45 minutos iniciais.

O domínio do time de Florianópolis se manteve na segunda etapa. Até que Daniel Amorim balançou as redes. Após o gol do Avaí, o Tigre não se abalou. buscou o gol de empate logo em seguida, com Léo Gamalho e cresceu no jogo. A partir do gol de empate, o Avaí se sentiu acuado e o Tigre esboçou um domínio de jogo. Embora a torcida do Criciúma tenha comparecido em peso, o Avaí, que jogou em casa, com apoio da torcida em maior número, se viu na obrigação de obter vantagem no placar e partiu para cima. O time criciumense se retraiu, soube absorver as ofensivas do Avaí e, nos minutos finais, o Tigre contou com duas oportunidades perigosas de gol, mas não conseguiu balançar as redes.

Com a eliminação nos pênaltis, o Tigre cai no Catarinense, mas cai de pé. É uma queda honrosa que demonstra comprometimento por parte dos jogadores e respeito à camisa tricolor. Os atletas tiveram bom desempenho na partida e não se amedrontaram em decidir a semifinal fora de casa. Protagonizaram boa atuação. Resta agora pensar na formação completa do time para a Série B do Campeonato Brasileiro. Na primeira rodada, o Tigre recebe a equipe do Cuiabá, no estádio Heriberto Hülse, às 16h30 do dia 27 deste mês.


Criciúma é eliminado pela Chapecoense na Copa do Brasil
10/04/2019 às 22:55 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma está fora da Copa do Brasil. A derrota contra a Chapecoense, por 2x0 no jogo de volta (5x2 no placar agregado) rendeu premiação de 1,8 milhão para o time do Oeste-catarinense. Os gols da vitória foram anotados por Victor Andrade e Rildo. No jogo de ida, a Chape venceu por 3x2.

Mudou o rumo do jogo

Logo nos minutos iniciais, o jogo poderia ter tomado outro rumo em um lance-chave. Aos 5 minutos, o atacante Reis cobrou pênalti e mandou a bola na trave. Desperdiçou a cobrança de penalidade máxima que, caso fosse convertida, colocaria o Tigre em igualdade no placar agregado e faria a Chapecoense se sentir desconfortável logo no começo do jogo.

Mas jogo eliminatório dá pouca margem para falhas. O Criciúma pagou o preço do erro ainda na primeira etapa, com gol do adversário. No intervalo, a vantagem no placar agregado já era de dois gols. E o que já estava ruim, piorou na segunda etapa, com gol de Rildo. Os 11 mil torcedores que compareceram no estádio Heriberto Hülse apoiaram durante os 90 minutos, mas a equipe não correspondeu à altura em campo. O jogo contou com poucas chances claras de gol e o time do Oeste soube administrar o placar com calma.

Resta ao Tigre voltar as atenções ao Campeonato Catarinense. Neste domingo, às 16h, o Criciúma enfrenta o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. O jogo é válido pela semifinal do estadual, em jogo único. O empate leva a partida aos pênaltis. No outro jogo da semifinal, a Chapecoense recebe o Figueirense, no mesmo dia e horário.


Com gol tardio, Tigre vence e se classifica no Catarinense
07/04/2019 às 18:28 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma venceu o Hercílio Luz, de Tubarão, neste domingo, dia 7, por 1x0, com gol aos 43 minutos do segundo tempo. O gol da vitória foi anotado pelo zagueiro Derlan, após cobrança de falta do meia Daniel Costa.

Com 27 pontos, o Tigre se classifica na quarta colocação, com 27 pontos e enfrenta o Avaí, que terminou a primeira fase na liderança da competição. A partida da semifinal será realizada no estádio da Ressacada. Chapecoense e Figueirense fazem o outro jogo da semifinal. Metropolitano e Hercílio Luz estão rebaixados para a Série B do Campeonato Catarinense.

O jogo
Tanto o Criciúma como o Hercílio Luz enfrentaram dificuldade em fazer o jogo fluir, em razão do campo encharcado, com muitas poças de água que surgiram após dia de chuva. No primeiro tempo, as equipes ofereceram poucas oportunidades de gol. A dificuldade em executar os passes foi realmente o principal problema.

Na segunda etapa, o campo ficou um pouco mais apto à prática esportiva. Com a necessidade de vitória, o Criciúma (que brigava pela classificação) e o Hercílio Luz (na briga contra o rebaixamento) intensificaram o ritmo de jogo. A torcida do Criciúma, que lotou o setor visitante e ainda ocupou parte da arquibancada local, incentivou a equipe criciumense a partir para cima do adversário e foi agraciada com a vitória.


Gol aos 49 do segundo tempo coloca o Tigre no G4 do Catarinense
04/04/2019 às 00:59 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O Criciúma está mais vivo do que nunca no Campeonato Catarinense. Com gol de Daniel Costa aos 49 minutos do segundo tempo, o Tigre vence o Joinville, por 1x0 e entra no G4 do Campeonato Catarinsne.

Restando uma rodada, o Tigre chega a 24 pontos e depende apenas de si para se classificar para a próxima fase da competição. O próximo adversário do Tigre no estadual é o Hercílio Luz, de Tubarão, que ainda briga contra o rebaixamento.

Caso o Marcílio Dias, que está em quinto colocado com o mesmo número de pontos que o Tigre (perde apenas pelos critérios de desempate) não pontue contra o Figueirense, em Florianópolis, o Tigre garante vaga na semifinal da competição mesmo se não vencer o time tubaronense.

O jogo
O Criciúma pressionou o time de Joinville nos minutos iniciais, imprimiu pressão, teve mais volume de jogo e buscou a vitória desde o primeiro minuto.

Se mostrou um time organizado e com vontade de vencer. Embora tenha criado jogadas de ataque, o Tigre não conseguiu balançar as redes na etapa inicial.

No segundo tempo, o Joinville voltou mais ligado do intervalo e assustou em algumas oportunidades de contra-ataque. Porém, após a expulsão do zagueiro Edu (Joinville), aos 36 do segundo tempo, o Criciúma cresceu ainda mais no jogo, assim como a torcida, que apoiou durante os 90 minutos e empurrou o time para o ataque.

Com golaço de falta, Daniel Costa, aos 49 minutos da segunda etapa decretou vitória tricolor Sul-catarinense após acertar a bola no ângulo da trave.

Jogo decisivo
O Criciúma terá jogo decisivo em Tubarão, neste domingo, dia 7, às 16h, contra o Hercílio Luz. A torcida criciumense vai lotar o setor visitante da arquibancada do estádio Aníbal Costa.

A partida promete fortes emoções, visto que o time de Tubarão também precisa vencer para tentar escapar do rebaixamento. Será um confronto regional que definirá o rumo das equipes no estadual. O Criciúma segue vivo no Catarinense.




*Erik Borges Vieira é jornalista e torcedor do Criciúma Esporte Clube