Canal Içara


22 de junho de 2017 - 15:29
Escola Maria da Glória Silva cria árvore dos desejos
24/05/2017 às 12:53 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Qual o seu desejo? Na lista dos alunos da Escola Maria da Glória Silva está, por exemplo, ter uma casa nova, conhecer melhor a família, ajudar os pobres, reformar o local em que estudam e ter um ginásio novo. Mas em comum, todos colocaram conhecer Luciano Huck, inspirador de uma árvore inserida no pátio da unidade estadual no bairro Aurora nesta semana.

A elaboração começou através dos participantes do projeto Mais Educação. E logo a reflexão sobre os desejos se irradiou para o restante. "Toda a escola trabalhou junto. Envolvemos professores, funcionários e todos inseriram os seus sonhos", resume a diretora Giziane dos Santos Ramthun. "É preciso fazer as crianças acreditarem que sonhar vale a pena", enaltece.

O desafio da comunidade é fazer agora com que a mensagem chegue até o apresentador do Caldeirão do Huck, da TV Globo. A árvore ficará no pátio por mais algumas semanas. E neste período a expectativa é que as redes sociais consigam potencializar o convite. “Ver as crianças sonhando com a visita e os seus desejos emociona cada um de nós”, pontua.



Legislativo realiza homenagem à Escola Antônio Guglielmi Sobrinho
18/05/2017 às 21:07 | Redação | com a colaboração de André Dal Pont, da Câmara Municipal
A pauta única da Câmara Municipal de Içara foi de homenagem aos 90 anos da Escola de Educação Básica Antônio Guglielmi Sobrinho nesta quinta-feira, dia 18. Além da direção atual, a sessão especial lembrou os ex-diretores, alunos, professores e demais profissionais que contribuíram com o ensino na unidade estadual no bairro Vila Nova. O reconhecimento foi materializado em uma placa entregue pelo vereador propositor, André Mazzuchello Jucoski, o Polakinho (PSDB).

“É uma homenagem muito importante, haja visto que é a escola mais antiga da cidade, onde tudo foi conquistado com o esforço da escola e comunidade. Parabéns a todos os envolvidos”, coloca o legislador. “Se hoje existem doutores, vereadores, médicos, advogados são porque existiram os professores que ensinaram todos os profissionais. Precisamos valorizar ainda mais essas pessoas que se dedicam a transmitir o conhecimento”, pontua o presidente Alex Ferreira Michels (PSD).


Garis são reconhecidos pelo trabalho em ação de alunos na praça
17/05/2017 às 08:00 | Especial do Jornal Gazeta
Manter uma cidade limpa é uma grande necessidade e uma das responsabilidades de garis e margaridas, profissionais que nem sempre são lembrados e muitas vezes até passam despercebidos. Mas na manhã de terça-feira, dez pessoas que atuam na limpeza pública de Içara foram homenageadas em ato realizado na Praça São Donato em celebração ao Dia do Gari [16 de maio].

“Pensava que iria ser apenas uma reunião, algo assim. Fiquei bastante emocionada com o que fizeram para a gente. É sempre bom ser lembrada. E pelo segundo ano seguido tivemos uma homenagem”, comenta Maria das Dores de Sousa. Lotada no serviço público de Içara há 18 anos como margarida, ela recorda que no último ano já houve um dia de beleza seguido por sessão fotográfica e posteriormente uma exposição artística.

“Tornou ainda mais especial para a gente”, afirma Zulma Pereira há 17 anos como margarida. A homenagem coube a estudantes do terceiro ano da escola Lúcia de Lucca, do bairro Jardim Silvana. Além da participação dos alunos e do corpo docente da escola, houve a colaboração da Secretaria Municipal de Educação e do Departamento Municipal de Obras para reunir os trabalhadores que realizam este serviço.

A solenidade foi dividida em quatro partes. Iniciou com a explanação da história do trabalho dos garis. Depois, houve a declamação de um poema escrito pelos próprios estudantes. A terceira parte teve a interpretação da versão em português da música “Heal the world (O mundo melhor)” de Michael Jackson. E na última parte ocorreu a entrega de livros e de flores aos homenageados.

“Todo o projeto foi desenvolvido em sala de aula com o intuito de despertar a consciência de que um mundo melhor depende de cada ação individual que fazemos”, observa a professora do terceiro ano, Cristiane Casagrande. “Também temos um projeto de reciclagem há dois anos, sendo que uma vez por mês os alunos trazem os materiais para a escola, onde são separados e vendidos e o dinheiro arrecadado é investido na escola”, informa a coordenadora pedagógica Priscila Fernandes.


Concurso literário estimula a prevenção entre crianças
05/05/2017 às 20:25 | Redação | com a colaboração de Daniela Goulart, da Plantão Assessoria
Alunos do ensino fundamental e centros de educação infantil de Içara conhecerão um pouco mais sobre a Ferrovia Tereza Cristina através de leituras, pesquisas, entrevistas, visitação no Museu Ferroviário, palestras e outras atividades. As informações ajudarão a compor os trabalhos de um concurso literário. Os vencedores serão definidos no dia 21 de junho na Casa do Professor Ilda Colle.

Em geral, o projeto em parceria com a Fundação Municipal de Cultura e Esportes e a Secretaria Municipal de Educação pretende estimular e despertar nos estudantes o interesse por assuntos relacionados à vida e na história em torno dela. Como tema foi escolhido o Programa Paz na Linha. A proposta da FTC é disseminar informações e, consequentemente, reduzir o número de acidentes. A empresa promove ações também nos cruzamentos rodoferroviários e nas escolas da região onde atua.


Feijoada da Apae comercializa últimos ingressos
25/04/2017 às 08:00 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A Escola Especial Sonho Dourado está nos últimos dias de comercialização dos ingressos para a realização da feijoada. A expectativa é de que, no máximo até no início da próxima semana, todos os 600 ingressos colocados à venda possam já estar comercializados. O valor do almoço, programado para o próximo dia 6, é de R$ 35 por pessoa. O evento será realizado na sede da própria entidade, na região central de Içara.

O valor da entrada é o mesmo do último ano, com a diferença que este ano o comprador vai adquirir uma pulseira e não mais uma camiseta. “Conversando com as pessoas, a gente vê que elas gostam de ajudar a Apae, até porque sabem que é desenvolvido um trabalho necessário e, como sempre foi buscada a transparência, acreditamos que isso auxilie com o fato de colaborarem”, considera a presidente Iara Amandio Martinez.

Os pratos ficarão a cargo do o chef Sadi Kuzbik. Mas a feijoada e apresentação dos trabalhos da instituição não devem ser as únicas atrações. “Estamos preparando apresentações musicais. Já temos confirmada a participação da banda da Satc, que vem para animar por cerca de 2h, mas também estamos conversando e tentando achar outra banda que possa estar no dia colaborando com uma apresentação de forma voluntária”, declara Iara.

“Estamos em um período de bastante dificuldades, em que o repasse está caindo e isso tem dificultado bastante a realização dos trabalhos na Apae. Temos um valor de gastos com manutenção em torno de R$ 13 mil por mês. Então já decidirmos que vamos aproveitar este recurso para trabalharmos com bastante tranquilidade”, informa Iara. “Nós primeiramente temos que garantir o funcionamento com qualidade do que já existe”, finaliza.


Divulgue as atividades também de sua escola. Envie as ações pedagógicas para jornalismo@canalicara.com