Canal Içara

Canal Içara

19 de outubro de 2019 - 21:40
Após mais de 2 mil anos, as ideias de Jesus Cristo, o homem corajoso dotado de uma inteligência fascinante, ainda são um mistério para a humanidade. Cristo mostrava lucidez e uma tranquilidade emocional nos discursos agregando multidões e seguidores por onde passava, mesmo tendo nascido em uma região de extrema miséria e sem acesso aos livros.

Como então era possível possuir tamanha sabedoria? A complexidade da vida e da mensagem de Jesus Cristo, fora do contexto das religiões, é a proposta da obra O Mestre dos Mestres do psicólogo Augusto Cury. Sem seguir correntes filosóficas, Jesus, em sua intelectualidade, era o mestre na escola da vida saciando a fome de sabedoria desde letrados a analfabetos.

O Mestre dos Mestre é o primeiro livro da série de cinco obras Analise da inteligência de Cristo. Jesus respeitava a todos como seres humanos e não com conceitos de classes ou julgamento moral e racial. Nas suas vivencias e sensibilidade, deixava claro o seu desejo de provocar as existências e seu maior exemplo foi a crença na justiça e no amor entre os seres humanos.

AUTOR – Augusto Cury é psicanalista, psiquiatra e professor brasileiro conhecido mundialmente. Seus livros foram publicados em mais de 70 países, com mais de 25 milhões de livros vendidos somente no Brasil. Até poucos anos ele se considerava o “maior ateu da terra”. E foi nas pesquisas sobre a história de Jesus Cristo e os grandes pensadores que se tornou cristão.

Publicação: 2001
Gênero: Literatura cristã
Editora: Sextante


Bom dia, Sr. Mandela, de Zelda la Grange
12/09/2019 às 11:00 | Maristela Benedet
“Bom dia Zelda. Bom dia...Sr. Mandela, desculpe, Presidente”. Assim foi o primeiro encontro na sala da presidência entre a jovem secretária branca Zelda la Grange, com o primeiro presidente negro do pais, Nelson Mandela, em 1994. A menina Zelda cresceu do lado branco da África e foi educada a acreditar na superioridade da cor e no separatismo entre as raças. Como a sua família e seu grupo social, era favorável ao Apartheid. Por vontade, talvez do destino, aos 19 anos conseguiu emprego como datilógrafa no serviço público no gabinete da presidência.

Aos poucos, a proximidade com Madiva, nome africano usado pelos apoiadores de Nelson Mandela, vai lhe dando a oportunidade para dissipar os seus preconceitos. Pelo olhar do presidente, Zelda aprende a ver as pessoas com amor e igualdade; passa a admirar a forma pacificadora, pautada pelo diálogo e respeito, no tratamento aos “inimigos”, pelo presidente africano. A biografia, Bom dia, Sr, Mandela, de Zelda la Grange, narra a trajetória de mais de 20 anos da então secretária e amiga ao lado de um dos maiores líderes humanitários contra o Apartheid. O leitor irá conhecer um pouco do cotidiano de Nelson Mandela e da sua influência como pacificador para o mundo.


A garota no trem, de Paula Hawkins
29/08/2019 às 12:22 | Maristela Benedet
Todo dia, no mesmo horário, Raquel viaja de trem da sua casa em Ashbury para Londres, na Inglaterra. O trajeto anteriormente feito para o trabalho, agora virou uma rotina e uma obsessão após ter sido demitida. Nas residências próximas a linha do trem, ela passou a vigiar a casa de um jovem casal. Após a traição do marido em um divórcio conturbado, Raquel se tornou alcoólatra e paranóica. Se culpa pela separação devido as suas tentativas frustradas para engravidar.

A garota no trem é uma obra intrigante e movida de suspense de Paula Hawkins. Um dia, em meio aos excessos de bebida, a jovem tem delírios com Megan – nome fictício criado por ela para a mulher da casa vigiada. E, horas depois descobre que a moça foi assassinada. Sua mente fica mais confusa e ela começa a investigar o homicídio. Acreditando ter suspeitas do assassino, Raquel se envolve em muitos mistérios colocando sua vida em perigo.

Ficha técnica
Autora – Paula Hawkins - Inglaterra
Editora – Record - Brasil
Publicação – julho de 2015


O medo, o susto a esperança. Foi com estes sentimentos que a jovem arquiteta Laura Pires recebeu o diagnóstico da doença autoimune Esclerose Múltipla aos 25 anos. Após se submeter a diversos tratamentos convencionais e alternativos no Brasil junto ao seu parceiro Marcus e, sem resultados positivos, a jornada os leva a medicina oriental ayuverdica na Índia

Em Busca da Cura é uma autobiografia escrita pelo psicólogo Marcus Farh Pessoa, companheiro de Laura, em um país estranho e regado de contrastes, com a cultura ocidental na visão das doenças. Laura vibra na fé, supera os conceitos e se entrega a um tratamento à base de vegetais, óleos e ervas.

Em momentos vivenciados com dores e outros com dúvidas, o tratamento transcende o corpo físico e atua nas emoções. O processo de cura vai acontecendo em todo o seu ser promovendo na arquiteta uma mudança de hábitos alimentares e de postura diante da sua vida, do seu trabalho e da sua própria existência.

Ficha técnica
Autor - Marcus Farh Pessoa
Editora Casa da Palavra – Rio de Janeiro
Publicação – Março de 2013


Após diversas aventuras e missões cumpridas em quatro vidas, Amigão agora é um velho cão que vive tranquilo e feliz na casa de Hannah. A chegada da sua filha Glória e da menina Clarity, a neta que Hannah não conhecia, toca o coração de Amigão. E seu espirito protetor sente a proximidade de uma nova missão: cuidar da menina; principalmente ao perceber a pouca atenção que ela recebe da sua mãe.

Nesta nova jornada, uma conexão profunda de amor une o cachorro e a garota. Ao salvar Clarity de um afogamento, Amigão sofre com a rejeição de Glória e a separação da menina com a partida das duas. Em Juntos para Sempre, W. Bruce Cameron volta a emocionar os seus leitores com mais este thriller fascinante sobre o amor incondicional de um cão pelo ser humano.

Autor W. Bruce Cameron – Nova York
Editora Harper Collins Brasil
Junho de 2018


*Maristela Benedet é colaboradora do Canal Içara, tem formação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo desde 1996, atua na área e nas horas de lazer dedica-se a leitura