Canal Içara

Canal Içara

12 de julho de 2020 - 19:40
Dica de Leitura: Mulheres Sem Nome, de Martha Hall Kelly
21/05/2020 às 06:58 | Maristela Benedet
Caroline, Kasia e Herta não se conhecem, mas um elo em comum as une: as feridas da Segunda Guerra Mundial. O livro Mulheres Sem Nome, de Martha Hall Kelly, revela tragédias da guerra inspirado nas experiências reais das protagonistas.

Em Nova York, ano de 1939, Caroline sente a exaustão do trabalho no Consulado da França acolhendo fugitivos. A polonesa Kasia é vitima de crueldades no campo de concentração nazista. Ela e outras mulheres são denominadas “Coelhas” e submetidas a experiências genéticas. O centro cirúrgico é comandado pela fria Herta.

O tempo corre e chega em 1945 sinalizando o fim do combate. Caroline sofre a perda de um grande amor e a falta de apoio dos americanos na ajuda aos países devastados pelo conflito. Kasia escapa da morte. Porém, sua alma está sem vida. Pagando seus crimes na prisão, a alemã Herta articula sua liberdade.

Uma conexão entre estas três mulheres irá acontecer trazendo esperança e superações em cada uma. Se isso for possível.


Dica de Leitura: Uma Luz Entre Nós, de Laura Lynne Jackson
07/05/2020 às 11:38 | Maristela Benedet
Uma energia de luz vibra em seu corpo e as vozes e imagens de pessoas se projetam em uma "tela" no seu cérebro. Laura agora conversa com o Outro Lado e recebe mensagens do céu. Em Uma Luz Entre Nós, a professora e paranormal americana Laura Lynne Jackson relata a sua história e a descoberta da mediunidade na infância.

Para entender estas conexões na fase adulta, ela procura ajuda científica. Seus dons são comprovados por diversos institutos de fenômenos paranormais. Laura passa a atender em um espaço voluntário para ajudar as famílias a aceitarem as passagens dos entes queridos. Nas suas experiências ela sugere que não estamos separados entre a terra e o céu. Somos todos cordões de luz unidos pelos laços do amor.


Dica de Leitura: Os Miseráveis, um clássico de Victor Hugo
30/04/2020 às 07:49 | Maristela Benedet
O roubo de um pão para saciar a fome da família na França faz parte da tragédia do jovem Jean Valjen provocada pela desigualdade social do século XIX. Os Miseráveis, do escritor francês Víctor Hugo, é um drama politico e social que expõe a extrema miséria da população da época.

O clássico foi publicado em 1862 e continua atual. O crime de Jean, órfão de pai e mãe desde a infância, lhe traria revolta e ações violentas. Após 19 anos entre idas e vindas da prisão, encontra na bondade de um bispo a oportunidade para mudar de vida. Ele se torna dono de uma fábrica com um olhar de preocupação com os mais pobres, os miseráveis.


Sentimentos e opiniões cruas compõe o diálogo com perguntas e respostas entre o padre Fábio de Mello e o historiador ateu Leandro Karnal. A obra Crer ou não Crer nos remete nas primeiras páginas a uma lição: podemos conviver com as diferenças.

As experiências como religioso e ser humano na relação com as pessoas e, na contemplação íntima com o Divino pelo Padre Fábio; o ceticismo de Karnal em situar Deus fundamentado na filosofia e ciência e não como o Salvador, embora tenha sido educação no catolicismo, promovem um debate crítico e inteligente entre eles.

A leveza das conversas revela a reflexão e o aprendizado assimilado pelos dois sem deixarem de lado as suas convicções. Vale a pena se permitir a esta atraente leitura presenteada por estes dois estudiosos em Crer ou não Crer - Uma conversa sem rodeios entre um historiador ateu e um padre católico.


Dica de leitura: Uma Longa Jornada, de Nicolas Sparks
16/04/2020 às 07:28 | Maristela Benedet
O encontro do verdadeiro amor pode superar mundos diferentes? Este conflito integra mais um enredo de sucesso de Nicolas Sparks em Uma Longa Jornada. O autor de diversos romances já ultrapassou mais 90 milhões de livros vendidos em todo mundo. Um incidente em um rodeio aproxima a estudante de Artes Sophia Danko e o cowboy Luke Collins. No rápido encontro eles são atraídos por um forte sentimento, no entanto as distancias geográficas e pessoais são barreiras para terem um relacionamento.

Não muito longe dos jovens, o judeu de 91 anos, Ira Levinson, sofre um acidente de carro. Em um lugar de pouco acesso sente a presença da morte e lágrimas trazem lembranças e saudade de sua esposa Ruth, falecida há nove anos. Eles viveram um intenso amor por 55 anos; venceram os traumas da guerra e a ausência de filhos. Para Ira a vida não tem mais sentido sem a sua amada.

Sofhia, Luke e Ira não se conhecem. Porém o destino entrelaça suas vidas de uma forma quase improvável. Por acaso ou sorte, o casal resgata Ira do acidente e as histórias do senhor mexem na vida dos jovens. Eles teriam uma longa jornada para entender a importância de preservar seus sonhos sem deixar de seguir os seus corações.


*Maristela Benedet é colaboradora do Canal Içara, tem formação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo desde 1996, atua na área e nas horas de lazer dedica-se a leitura