Canal Içara

Canal Içara

20 de agosto de 2019 - 22:26
Segurança » Menino Samuel Davi
Perícia aponta aterramento em desacordo com normativa
23/05/2017 às 18:08 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A oitiva será determinante para definir as responsabilidades no inquérito sobre a morte de Samuel Davi Nunes, de três anos. Conforme o delegado Rafael Marin Iasco, a rede elétrica no Condomínio Doma Ema foi instalada por uma empresa terceirizada da Construtora Giassi com aterramento insuficiente ao que preconiza uma norma da Cooperaliança. “Porém teve o aval e a vistoria da distribuidora de energia. Vamos ter que ouvir o proprietário da empresa que fez a rede elétrica e também a equipe da Cooperaliança”, coloca a autoridade policial.

Para o delegado Rafael Marin Iasco, o caso é passível de enquadramento como homicídio culposo (sem intenção). Resta saber se foi por imprudência, negligência ou imperícia. O menino faleceu ao se refugiar atrás de um poste durante uma brincadeira com outras crianças no dia 21 de dezembro de 2016. Após a fatalidade, a Cooperaliança chegou a fazer uma nova vistoria. Conforme manifestado na época, houve a verificação da rede, inclusive, o aterramento e as espessuras. E todo o projeto havia sido executado dentro das normas.
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas