Canal Içara

 
27 de setembro de 2022 - 15:04
#Cotidiano #Economia #Política #Segurança #Esportes +Leitor-repórter +Guia Içara
Cotidiano » Coronavírus Covid-19
Covid: começa a vacinação de crianças a partir de três anos
Anvisa aprovou na semana passada o uso da Coronavac para esse público
21/07/2022 às 13:03 | Andreia Limas - andreia.limas@canalicara.com
Começou nesta semana no país a vacinação contra o coronavírus em crianças com idades a partir de três anos – até então, a imunização atingia pessoas a partir de cinco anos de idade. Na semana passada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial da Coronavac para esse público.

Em nota técnica, o Ministério da Saúde orienta que a imunização seja realizada por grupos prioritários, conforme os estoques da vacina disponíveis nos estados e municípios. A recomendação é iniciar a vacinação pelas crianças de três a quatro anos imunocomprometidas e, depois, o imunizante deve ser destinado para as crianças com quatro anos, seguidas pelas crianças de três anos de idade.

O esquema vacinal primário também se dará com a aplicação de duas doses, com o intervalo entre a primeira e a segunda dose de 28 dias. A pasta recomenda que, para o público a partir dos cinco anos, deve ser aplicada a vacina da Pfizer, já aprovada para a faixa etária de cinco a 11 anos.

O Ministério da Saúde segue em tratativas com o Instituto Butantan, fabricante da Coronavac no Brasil, e com o Consórcio Covax, para aquisição de mais doses do imunizante.

Mesma vacina

No caso da Coronavac, a vacina destinada às crianças é a mesma utilizada para adolescentes e adultos. O pedido de ampliação de uso do Instituto Butantan foi protocolado na Anvisa no dia 11 de março deste ano. Desde então, os servidores da agência realizaram uma série de reuniões e avaliações de todos os dados disponíveis para verificar a eficácia e segurança da vacina para o novo público.

A Coronavac está autorizada para uso emergencial no Brasil desde o dia 17 de janeiro de 2021. Em 20 de janeiro de 2022, a Anvisa autorizou a ampliação do uso da vacina para crianças e adolescentes de seis a 17 anos de idade. Atualmente, apenas outro imunizante contra a covid-19 de uso pediátrico está autorizado no país, fornecido pela Pfizer, mas para o público a partir de cinco anos de idade.
Participe também com seus comentários

 COBERTURAS ESPECIAIS
últimas notícias

Conheça as marcas que potencializam o crescimento da cidade
Coberturas especiais
Regional da Larm 2022 - Série B