Canal Içara

Canal Içara

22 de setembro de 2020 - 10:25
Cotidiano » Coronavírus Covid-19
Içara tem mais de 600 pessoas em isolamento domiciliar contra a covid-19
08/08/2020 às 07:00 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A maioria das pessoas que contraem o novo coronavírus desenvolvem sintomas mais leves e, por isso, se recuperam em casa. E quem se contaminou pode proteger as pessoas que moram na mesma residência com ações simples de prevenção. Em Içara, 241 pessoas encontram-se nesta situação atualmente. Outras 373 são suspeitas e também devem cumprir o isolamento domiciliar. A cidade conta ainda com 10 pessoas em tratamento clínico-hospitalar e sete em terapia intensiva.

“Mesmo sem realizar o teste, se você sentir sintomas gripais, deve se isolar em casa. Assintomático ou com sintomas leves, o indivíduo pode transmitir o vírus para pessoas de grupo de risco, que talvez tenham muito mais dificuldade em se recuperar. Ir até um hospital em caso de suspeita com sintomas brandos pode significar contrair de fato o vírus e colocar em risco pessoas que estão lá em busca de outros atendimentos”, alerta o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Cuidados para a pessoa infectada
- Se possível, fique em um quarto individual, bem ventilado e separado do restante das pessoas que não apresentam sintomas ou não foram positivadas.
- A menos que esteja isolado em um quarto com a porta fechada, o contaminado deve utilizar máscara continuamente e trocá-la a cada duas horas.
- Resíduos gerados por pessoas contaminadas devem ficar separados do restante do lixo doméstico e identificado quando possível.
- Separe utensílios, como roupas de cama, toalhas, pratos, copos e talheres, exclusivos para a pessoa positivada. Esses materiais devem ser limpos com água e sabão em momentos diferentes dos demais familiares.
- Caso seja inevitável compartilhar ambientes, como cozinha e banheiro, eles devem ser bem ventilados e com as superfícies frequentemente higienizadas com álcool 70% ou com solução de hipoclorito de sódio a 0,2%.
Para o familiar/acompanhante
- Defina um familiar que cuidará do contaminado. A boa saúde desse cuidador é fundamental. O cuidador deve usar máscara quando estiver no mesmo ambiente ou em contato com o positivado.
- A cada duas horas, troque a máscara e higienize as mãos em seguida. Se antes disso a máscara ficar úmida ou com secreção, troque imediatamente.
- Higienize as mãos antes e após qualquer tipo de contato com o contaminado ou com o recinto no qual ele esteja.
- Se não for possível determinar uma toalha de mãos para cada morador, utilize toalhas de papel descartáveis.
- Se for tirar o lixo ou mexer com utensílios da pessoa positivada, utilize luvas descartáveis e, se possível, avental plástico.
- Evite agitar a roupa suja. Ela deve ser recolhida cuidadosamente para lavagem.
- A etiqueta respiratória deve ser praticada por todos os familiares. É importante cobrir a boca e o nariz durante a tosse e espirros usando lenços de papel ou cotovelo flexionado, seguido da higiene das mãos.
- Mesmo com sintomas leves e em casa, não se automedique. Procure sempre orientação profissional. Em caso de piora dos sintomas, retorne imediatamente ao serviço de saúde para uma avaliação.

Uma ferramenta que pode auxiliar neste momento é o sistema de triagem online criado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina em conjunto com o Ciasc. A ferramenta, que já realizou 10 mil triagens, indica a gravidade dos sintomas e aponta o posto de atendimento mais próximo para contato. Do total realizado até o momento, 40,3% foram de sintomas moderados/graves, 49,6% de sintomas leves e 10,1% não apresentou qualquer sintoma que indicasse suspeita da covid-19.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias