Canal Içara

Canal Içara

21 de abril de 2021 - 15:26
Economia » Coronavírus Covid-19
Setores gastronômico e de eventos da região solicitam ao Estado incentivos para manter as atividades
02/03/2021 às 15:53 | Redação | com a colaboração de Deize Felisberto, da Acic
As entidades que representam os setores gastronômico, hoteleiro e de eventos, juntamente com as 10 associações empresariais do Extremo Sul, encaminharam documento ao Governo do Estado, solicitando medidas urgentes para manter a atividade econômica. Os setores foram alguns dos mais afetados desde o início da pandemia e requerem ações dos agentes públicos para a continuidade das atividades, evitando o fechamento de estabelecimentos e preservando os mais de 20 mil empregos gerados na região.

A reivindicação é pela liberação imediata de linha de crédito desburocratizada para as pequenas e médias empresas, Refis amplo e imediato dos débitos pendentes, suspensão de impostos estaduais e plano emergencial para a folha de pagamento. “Expressamos também nosso descontentamento contra o lockdown para o Município não elevar as medidas restritivas aos setores econômicos”, enaltece o presidente da Via Gastronômica de Içara, Rafael Krueger.

“Estamos dando a nossa contribuição para este momento tão delicado, porém precisamos do auxílio e de incentivos do Governo para conseguir nos manter. Mesmo com as portas fechadas durante o fim de semana, nossos custos operacionais continuam. Não somos contra as medidas de contenção do vírus, porém os ambientes de maior contágio não são os restaurantes, bares e hotéis”, diz o presidente da Via Gastronômica da Associação Empresarial de Criciúma, Joster Favero.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias