Canal Içara

Canal Içara

14 de agosto de 2020 - 18:00
Segurança » Coronavírus Covid-19
PM orienta manutenção de cuidados e recomenda uso de aplicativo para denúncias
27/03/2020 às 09:28 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
O Governo do Estado anunciou um pacote de descompressão econômica da quarentena. Mas o isolamento social ainda continuará como uma recomendação, inclusive, com restrições para o acesso aos estabelecimentos e a adoção de medidas preventivas ao coronavírus COVID-19. Conforme o comandante da Polícia Militar de Içara, tenente-coronel Cleber da Silva Benedet Inácio, a orientação à população é utilizar o telefone 190 ou o aplicativo PMSC Cidadão como canais oficiais para denúncias.

“Queremos agradecer Içara e região pelo confrontamento frente a essa pandemia que a população mundial está sofrendo, um momento único e difícil, que requer decisões e medidas difíceis. Pedimos que continuem com o isolamento social a fim de quebrar o ciclo do contágio. Estamos na rua diuturnamente junto com outros órgãos essenciais para o enfrentamento e o apoio à sociedade içarense. Pedimos que pratiquem a solidariedade e evitem ao máximo sair as ruas”, acrescenta.



A partir de segunda-feira já estarão autorizadas a funcionar as atividades bancárias, cooperativas financeiras e lotéricas com serviços presenciais. No dia 1 de abril também abrirão academias, shoppings, bares, restaurantes, comércio, o setor hoteleiro, construção civil, prestadores de serviços e centros de distribuição com regras específicas para funcionamento. A autorização total valerá somente para os serviços autônomos, domésticos e profissionais liberais. As aulas permanecerão suspensas.

Determinações para as empresas

1. limitação de entrada de pessoas em 50% da capacidade de público do estabelecimento, podendo este estabelecer regras mais restritivas;
2. controle de acesso e marcação de lugares reservados aos clientes, bem como o controle da área externa do estabelecimento, respeitadas as boas práticas e a distância mínima de 1,5m entre cada pessoa.
3. priorização do afastamento, sem prejuízo de salários, de empregados pertencentes ao grupo de risco, tais como pessoas com idade acima de 60 anos, hipertensos, diabéticos e gestantes;
4. priorização de trabalho remoto para os setores administrativos;
5. adoção de medidas internas, especialmente aquelas relacionadas à saúde no trabalho, necessárias para evitar a transmissão do coronavírus no ambiente de trabalho e no atendimento ao público;
6. utilização de veículos de fretamento para transporte de trabalhadores, ficando a ocupação de cada veículo limitada a 50% da capacidade de passageiros sentados.

+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias