Canal Içara

Canal Içara

21 de setembro de 2019 - 22:05
Cotidiano »
A História deixa de ser sinônimo de coisa antiga e entra definitivamente na rede
13/04/2007 às 09:25 | João Paulo De Luca Jr | jornalagoraonline.com.br
Não há dúvidas de que a Internet é uma das maiores fontes de informações existentes, se não a maior. Contudo, estudantes e professores precisam ter cuidados em identificar os sites que contêm materiais realmente confiáveis, porque grande parte daquilo que está contido nas páginas pessoais não é dotada de referências bibliográfica, tampouco de explicações que justifiquem as informações.

Uma boa dica é a busca de informações em páginas oficiais, de governos, bibliotecas on-line de universidades e instituições cuja credibilidade é fundamental, como grandes jornais e institutos de pesquisas. Para o bibliotecário Miguel Rahn Ramos, no meio de tanta informação, os problemas do usuário são basicamente os mesmos do visitante de uma biblioteca. “Como encontrar a informação desejada? Uma vez encontrada, como confirmar a veracidade da informação?”, questiona o profissional. Ele ressalta ainda que a pesquisa na Internet não substitui a confiança em relação aos materiais impressos. É preciso discernimento quanto ao uso das informações. “É muito simples publicar qualquer informação na Internet. As páginas virtuais aceitam quaisquer dados. Muitos deles possuem vieses que não são passados de forma clara ao leitor e o induzem ao erro”, explica.

Surfando na rede, o internauta que sabe onde procurar corretamente as informações que deseja encontra informações que nem imaginaria que estivessem disponíveis para consulta.

Entre as páginas que trazem informações mais interessantes, está o site do Vaticano (www.vatican.va). Em 1998, o então Papa João Paulo II abriu parcialmente os arquivos secretos do vaticano, incluindo uma série de documentos do período da Inquisição, Tratados e Concílios Papais, etc. Esses documentos foram digitalizados, e muitos deles traduzidos para idiomas modernos – pois a maior parte está em latim – e podem ser feitos downloads dos arquivos, compra de CD-Roms ou pesquisa direto na página.

Um desses arquivos, disponíveis em Portable Document Format (PDF) e traduzido para o italiano, é o processo da Inquisição que foi instaurado contra Galileu Galilei, no século XVII, por conta de suas correspondências em que afirmava acreditar que a Terra fosse redonda e girasse em torno do Sol.

Ao final do processo, e tendo negado suas próprias descobertas para ser poupado, Galileu teria dito aos inquisidores, em uma colocação assustadoramente profética: “Se no futuro os homens puderem confirmar que a Terra é realmente gira em torno do Sol, se isso ficar provado de forma inquestionável, imagine o constrangimento ao qual será colocada a Santa Igreja Católica”.

O site do Vaticano não é o único. Outra fonte interessante de informações sobre o trabalho é a página do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), no qual podem ser encontradas as mais variadas informações sobre o trabalho no Brasil. Entre outros dados, é possível verificar as diferenças salariais entre homens e mulheres, entre brancos e negros e encontrar um Raio-X completo sobre a segurança no trabalho. Muitas dessas informações, inclusive, são produtos de pesquisas internacionais o que permite um paralelo entre a realidade no mundo e a realidade brasileira.

Sobre assuntos gerais, talvez a experiência de maior sucesso seja a Enciclopédia Virtual conhecida como Wikipédia (pt.wikipedia.org), mantida pela Fundação Wikimedia, entidade internacional sem fins lucrativos e que está disponível em diversos idiomas. A página entrou no ano de 2007 entre as 10 mais visitadas do mundo. O conceito do site permite que os próprios usuários adicionem informações, verbetes e artigos variados sobre os temas, além de permitir a edição dos textos. “As contribuições são devidamente creditadas a seus autores, enquanto que os direitos de cópia inclusos na licença garantem que o conteúdo da enciclopédia poderá sempre ser reproduzido e distribuído livremente, desde que sejam seguidas algumas regras simples”, explica o site. A estrutura da Wikipédia prevê, inclusive, votação entre os membros cadastrados para a decisão em caso de discordância entre versões dos textos. A Fundação é mantida por doações dos usuários e de empresas. Em alguns países, como nos Estados Unidos, as doações podem ser deduzidas no Imposto de Renda. No Brasil, infelizmente, a legislação ainda não foi adaptada para tratar do assunto e não é possível deduzir as doações.

Outro importante site de pesquisa e digitalização de documentos históricos é o Europeana (www.europeana.eu). Nele, é possível encontrar documentos originais digitalizados em alta definição em diversos idiomas. Numa pesquisa rápida, foi encontrada a História da Província de Santa Cruz a que vulgarmente chamam de Brasil, escrita por Pedro Magalhães Gandavo e remetida ao governador de Málaca, Dom Lionis Pereira e datada de 1576. A obra conta a História dos primórdios do Brasil em forma de versos, exaltando as ações da coroa portuguesa. O arquivo pode ser baixado em PDF.


PÁGINAS DE PESQUISA

www,vatican.va - No site oficial da Santa Sé, o internauta pode encontrar digitalizados e traduzidos muitos documentos importantes que marcaram a história da Igreja Católica, inclusive o período da Inquisição.

www.europeana.eu - O site congrega documentos, mapas e livros antigos de diversas bibliotecas nacionais europeias e a brasileira. Os documentos foram digitalizados em diversas modalidades de resolução, sendo que a máxima só pode ser acessada mediante pagamente. Mesmo assim vale muito a pena, por que as demais modalidades possuem excelentes imagens.

book.google.com - A principal empresa de pesquisa na Internet realizou convênio com as universidades de Oxford (Inglaterra) e Harvard (EUA) para digitalizar totalmente suas bibliotecas, numa ousadia que rendeu o maior processo por direitos autorais da história americana, ainda em andamento. A maior parte dos materiais está em inglês.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas