Canal Içara

Canal Içara

20 de outubro de 2019 - 19:47
Segurança » Duplicação da SC-444
Um Raio-X da Rodovia Paulino Búrigo
31/01/2012 às 09:21 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
No trecho da SC-444 próximo do viaduto sobre a linha férrea, a sinalização e a definição dos acessos é reivindicada por comerciantes. Gerente de uma loja de móveis, Francisco Moraes reclama que a falta de organização prejudica inclusive as vendas. “De vez em quando ocorrem acidentes por conta dessa situação”, ainda alerta ele.

Conteúdo relacionado:
Especiais » Acompanhe as notícias da duplicação da SC-444


Já em Vila Nova não há previsão para que o bairro receba uma revitalização na rodovia estadual. Faltam calçadas e acostamento. Os problemas entre Criciúma e o Rincão são diversos. O Canal Içara percorreu este caminho para conferir então as áreas que exigem mais atenção de motoristas e pedestres.

Baseado nos 20 anos de atividade, o soldado da Polícia Militar Rodoviária, Rosemir Cândido, avalia que a maior parte dos acidentes na Rodovia Deputado Paulino Búrigo ocorre à noite, quando o movimento é fraco. É neste momento que os veículos trafegam em maior velocidade. E por conseqüência disso há os acidentes fatais. “O ponto crítico é o motorista”, manifesta.

PRESIDENTE VARGAS – O bairro marca uma das extremidades da SC-444. Um dos problemas é o entroncamento na Avenida Jorge Elias de Lucca, onde as pistas duplicadas são reduzidas a uma rodovia simples.

LIRI – Em dias de chuva, parte do trevo para acesso à comunidade fica alagado. Problema ocorre em rótula ao lado do posto da Polícia Militar Rodoviária.

RAICHASKI – Inexistência de uma ilha para a travessia de pedestres coloca transeuntes em constante perigo. Em 2010 uma senhora morreu no local ao tentar atravessar a rodovia.

CENTRO – Inserida no meio da cidade, a rodovia tem déficit de sinalização para acesso às marginais próximas da linha férrea. Divisão das ruas lindeiras com a SC-444 também não é demarcada. O caminho que poderia se tornar na principal alternativa acaba então desconsiderado. A opção mais procurada para entrar no bairro é a Rua Sete de Setembro. Porém, em dias de movimento o trevo alemão aparece insuficiente para caber todos os veículos e a rodovia paralisa na pista Leste/Oeste.

VILA SÂO JOSÈ – O bairro será a sede da Guarnição Especial da Polícia Militar de Içara. Por isso será preciso rever as condições de acesso para a saída rápida das viaturas. Além disso, o corresponde ao trecho com a maior concentração de remendos aparentes. A erosão de uma das margens também gera alerta para possíveis problemas na pavimentação.

JARDIM AMÉRICA – Placa de sinalização dos encantos do Sul aparece com erro no Museu do Ferroviário Anselmo Cargnin. O sobrenome costa como Carmim.

VILA NOVA – Lombada eletrônica repercute em filas por conta da redução da velocidade exigida dos veículos. Bairro é cortado pela rodovia, tem residências e empreendimentos instalados ao redor dela. Trata-se de um trecho urbanizado. Contudo, não há calçadas para o tráfego de pedestres. Dentre a comunidade e o Rincão falta também acostamento.

LOMBAS – Redutor de velocidade cumpre com função. O problema é que também é atingido inúmeras vezes. O dispositivo foi colocado num trecho de reta, ou seja, onde os veículos trafegam em velocidade maior principalmente a noite.

PEDREIRAS – Trevo de acesso a lagoas e lombada eletrônica tornaram-se referência quando o assunto é lentidão no tráfego. Congestionamentos se concentram principalmente nas tardes de domingo após um final de semana ensolarado.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas