Canal Içara

Canal Içara

17 de setembro de 2019 - 14:19
Cotidiano »
Ampi lança calendário contra o câncer
18/12/2013 às 12:39 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Arrecadar dinheiro na causa do câncer de mama por meio de um calendário. Esta é a proposta de um grupo de mulheres mastectomizadas com idade entre 38 e 78 anos, que integram a Associação Amigas do Peito de Içara. A iniciativa já vinha sido estudada há tempos, mas somente agora o material tomou corpo. O calendário que será lançado nesta quarta-feira, às 20 horas, no Restaurante Nono Tchillo é composto por fotos e histórias de 14 integrantes da Ampi. Ao contrário de outros calendários que geralmente utilizam fotos sensuais, no da Ampi cada foto foi tirada no local de trabalho de cada uma delas, focando o tema – “E a vida continua...”

Aos 47 anos de idade, a professora Jucélia Cipriano do Canto da Silveira, posou em maio, mês de seu aniversário. Ela conta que estava em sala de aula junto com os seus alunos e o interessante foi que as crianças ficaram curiosas em saber sobre a doença. “O legal é que as informações foram levadas para casa no intuito de incentivar a mãe de cada criança a realizar o exame de mama”, destaca Jucélia.

A ideia do calendário foi trazida de Blumenau, lá a Rede Feminina e um grupo de mulheres montou o material em 2006. “Ficou lindo, ai veio o sonho de fazer o nosso e neste ano finalmente saiu. Até porque perdemos uma amiga devido à doença no mês de março. Ela precisava fazer um exame e o dinheiro não era suficiente. Acredito que se tivéssemos uma caixinha com certeza iria ajudar a nossa amiga. O câncer não é um ponto final é uma vírgula”, destaca uma das integrantes da Ampi, Iede Cardoso.

E para o sucesso do projeto, as mulheres contaram com o apoio de empresas e alguns comerciantes de Içara que se prontificaram em fazer uma doação em dinheiro. A parceria de Gilmar Axé para a produção das fotos e da agência de publicidade Amil no projeto gráfico, também foi fundamental. “Hoje estamos vendendo saúde, mas ainda existem mulheres que tem medo de contar que tiveram a doença”, lamenta Iede.

O calendário será comercializado por R$10 e toda a renda será revertida para a associação. “Vamos abrir uma conta bancária e lá o valor será depositado”, destacam as integrantes. E a proposta é dar continuidade com o projeto nos próximos anos. “Com certeza, quem não participou neste ano estará presente ano que vem”, garante.

SAIBA MAIS - Há aproximadamente oito anos, um grupo de mulheres que passou pela experiência do câncer de mama, fundou a Associação. Atualmente, ele é formado por mulheres, de diversas faixas etárias, que se reúnem uma vez por mês, com o objetivo de ajudarem-se mutuamente. As reuniões aproximam, auxiliam, emocionam, por servir de apoio ao grupo. Palestras que envolvem atividades de motivação e crescimento pessoal são realizadas em vários encontros com a participação de profissionais da área da saúde.

+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas