Canal Içara

Canal Içara

11 de dezembro de 2019 - 11:57
Cotidiano »
Cartilha apresenta passos para adoção
12/03/2014 às 21:39 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Muita gente diz que uma criança adotada sofre preconceitos. Infelizmente isso ainda acontece. Os constrangimentos iniciam com perguntas sobre a origem da criança, se conhece a mãe ou pai... É para acabar com momentos como estes que o Grupo de Estudos e Apoio à Adoção de Içara lançou uma cartilha em parceria com a Prefeitura de Içara e do Balneário Rincão nesta quarta-feira, dia 12. O material apresentado no auditório da Cooperaliança servirá para esclarecer dúvidas tanto das genitoras quanto das famílias adotivas.

Abandonar um recém-nascido é passível de até seis anos de detenção. No Brasil, também é proibido receber dinheiro ou outras vantagens para adoção. Para as famílias que não tem condição de criar uma criança, a primeira opção deve ser então comunicar a agente comunitária de saúde ou ir diretamente ao serviço de assistência social do Fórum. O mesmo caminho deve adotar as famílias que desejam receber estas crianças. Elas serão colocadas numa lista, passarão por exames e também serão preparados para este momento.

“Começamos com esta ideia dentro do Fórum. Foi uma semente plantada que cresceu. É um trabalho importante para esclarecer as pessoas e tirar tantos preconceitos. Vai ser muito importante para a sociedade essa discussão”, coloca a assistente social do Fórum de Içara, Albertina Zanini. Ainda segundo ela, 15 famílias já estão habilitadas na cidade para receber uma criança. “Vamos distribuir as 5 mil cartilhas para que todos tenham conhecimento dos procedimentos legais”, pontua a presidente do Geaai, Simone Luiz Cândido.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas