Canal Içara

Canal Içara

07 de dezembro de 2019 - 16:46
Cotidiano » Mina 101
Fundai cadastra 13 famílias em Espigão
08/11/2013 às 15:23 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A Fundação Municipal do Meio Ambiente de Içara mapeou 13 famílias com dificuldade no acesso a água devido ao rebaixamento de poços na comunidade de Espigão. Conforme acordo com as Empresas Rio Deserto, todas deverão ser abastecidas pela carbonífera até que seja finalizado o estudo sobre o nível das reservas. O monitoramento acontecerá com a instalação de um poço com mais de 1,1 mil metros, além de perfurações rasas com a distância de 150m entre elas.

No entanto, o pacto firmado na Justiça Federal estabelece como condição que os moradores autorizem o acesso da empresa para a instalação dos poços e o monitoramento. Também consigna que o abastecimento das famílias dependerá da autorização de estudo em outros sete imóveis ao qual a carbonífera aponta ser impedida de entrar até agora. O encaminhamento faz parte do inquérito civil aberto pelo Ministério Público Federal.

"O monitoramento será feito de forma unilateral pela empresa. Com os dados informados anteriormente ao MPF já foi possível tirar a conclusão de que o lençol profundo foi impactado pela extração de carvão", aponta o presidente da Fundai, Eduardo Rocha. A dúvida da procuradoria federal é sobre a afetação também dos lençóis rasos. A possibilidade é admitida pelo órgão, mas é contestada pela empresa e também pela Fatma.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas