Canal Içara

Canal Içara

10 de dezembro de 2019 - 00:47
Cotidiano » Unidos pela saúde
HSD apresenta números deficitários
21/11/2012 às 22:55 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Entidades e imprensa foram convocados para conhecer o fluxo de caixa no Hospital São Donato na noite desta quarta-feira, dia 21. Os números revelam cerca de R$ 276,4 mil em dívidas atrasadas na atual gestão. Até o final do ano mais R$ 400 mil poderão entrar no déficit. E para amenizar, a maior expectativa é um aporte em tamanho igual do Governo do Estado.

"Temos certeza que daqui a 12 meses veremos o HSD mais alegre", coloca o presidente Higino Giassi. Segundo ele, o caminho para isso é a ajuda da população. "Vemos duas possibilidades. Uma delas é pela cobrança de royalties para o lixo depositado em Içara. A outra é pela contribuição na conta de energia", enfatiza. "O HSD é viável", enfatiza o diretor administrativo Paulo Conti.

“Atualmente as contribuições mensais nas faturas da Cooperaliança representam R$ 7,5 mil e há mais R$ 10 mil de empresários colaboradores”, ressalta um dos voluntários na campanha Unidos pela saúde, Renato Brígido. Conforme o tesoureiro Edmilson Zanatta, a prospecção de recursos deverá ser buscada também com um bazar de itens fornecidos pela Receita Federal. "Isto resolveria por uns dois meses", contabiliza.

“Precisamos de um Centro de Diagnóstico por Imagem. Poderemos fazer isto com a parceria privada ou então se recebermos os equipamentos do governo. Este serviço poderá gerar mais receita e aumentará a qualidade do atendimento no hospital”, relata Paulo Conti. O desafio inclui ainda a busca de pacientes para a ocupação dos quartos particulares. “A ocupação hoje é de quase 30%”, fecha.

SALDO NEGATIVO - Mesmo com R$ 130 mil de empréstimos, o Hospital São Donato fechou os últimos três meses com prejuízo. Em agosto o déficit foi de R$ 183,3 mil. Em setembro, R$ 174,3 mil. Já em outubro, mais R$ 140,2 mil. Parte do valor reflete a diferença entre receita e despesa com o Pronto-Socorro. Nos meses explanados, a diferença mínima ficou em R$ 69,9 mil. "Já fizemos o levantamento do custo do PS e vamos reivindicar com a Prefeitura o repasse", explica o tesoureiro Edmilson Zanatta.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas