Canal Içara

Canal Içara

18 de outubro de 2019 - 06:04
Cotidiano »
O amor que acende a lua, de Rubem Alves
17/09/2010 às 10:09 | Maristela Benedet - maristela.benedet@canalicara.com
“O amor que acende a lua”, um dos melhores livros de crônicas e contos de Rubem Alves. O escritor, filósofo e psicanalista é um dos raros na literatura que desperta a alma enquanto se viaja na poesia e filosofia das histórias sem compromisso com a razão. Na obra, relata os contos dentro das quatro fases da lua: lua nova, lua crescente, lua cheia e lua minguante.

As narrações nascem do olhar profundo e simples sobre o cotidiano ou da sugestão de leitores que pedem para ele escrever em defesa das flores, por exemplo. Das flores reflete que as várias espécies amarradas nas coroas dos velórios são torturadas e dignas de pena. A pipoca é outro tema. Faz uma metáfora interessante com o alimento somente vista pelo olhar de um poeta. Lembra que o milho somos nós: duros, quebra-dentes, impróprios para comer e pelo poder do fogo pode nos transformar em outra coisa – voltar a ser criança!

Assim como o milho que após o “pum” se transforma em algo que nem havia sonhado: A lagarta surge do casulo como borboleta voante. Rubem Alves provoca, surpreende, assusta, acalma e acaricia. Uma leitura para degustar devagar, sentindo cada sabor das palavras, como ele mesmo diria. Para devaniar na fantasia e construir o mundo belo, mágico, irreal onde alegria se faz morada eterna no nosso ser. Com mais de 50 livros publicados para adultos, crianças e educação, vale a pena se deliciar com a juventude e a peraltice do autor nos seus quase 80 anos.
*Maristela Benedet é colaboradora do Canal Içara, tem formação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo desde 1996, atua na área e nas horas de lazer dedica-se a leitura
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas