Canal Içara

Canal Içara

17 de agosto de 2019 - 12:00
Esportes » Memórias
Barão do Rio Branco completa 65 anos
06/05/2009 às 11:06 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
O Grêmio Esportivo Barão do Rio Branco completa aniversário em 6 de maio e continua a mobilizar adoradores do futebol. A diferença está nos campeonatos disputados. O Regional da Liga Atlética da Região Mineira (Larm), por exemplo, não faz mais parte do calendário do clube. Mas as boas lembranças ainda permanecem guardadas em fotos do passado.

O primeiro caneco levantado pelo Barão foi em 1950, na Segunda Divisão do Regional da Larm. Içara ainda nem era emancipada. E contra o Sete de Setembro, o time vestido de verde e amarelo marcou 2 a 1. O placar foi garantido pela união de um plantel composto por Adelino Marcon, Chico Motor, Ripa, Chumbo, Dino, Deguinho, Alcides Bem-Bem, Almerindo Borges, Ataíde Cardoso, Alcides Borges e Ergínio Januário Borges.

Na elite do futebol sul-catarinense, faltava ainda ao Barão se estruturar. Então a primeira diretoria precisava ser eleita. Isto aconteceu em 1956. Na época, Oprendino Borges foi escolhido para ocupar a presidência do time. Era na casa do chefe maior que as reuniões aconteciam. Ainda conforme consta na Revista Bolão do Criciúma, de 1980, a última palavra nas decisões também era dele.

Na galeria do troféus, até hoje não existe nenhuma taça da Larm. Mas, há o registro da vitória contra aquele que era o papão de títulos, o Comerciário. Em 1961, o Estádio velho do Barão do Rio Branco se encheu. Os moradores do bairro Aurora foram conferir de perto o confronto contra o time que mais tarde originaria o Criciúma Esporte Clube. Emoção não faltou. A equipe içarense encerrou a partida com nove jogadores. E ainda assim conseguiu manter o placar de 2 a 0. “Foi talvez o maior feito realizado até hoje pelo Grêmio Esportivo Barão do Rio Branco”, registrou uma revista do Criciúma publicada 19 anos depois do confronto.

Campeão da Segunda Divisão e com disputas agendadas com importantes times da região, faltava ainda ao Barão um estádio mais amplo. A obra foi realizada. E no dia 15 de novembro de 1965, estava armada a festa de inauguração. Para a estreia do “Gigante da Colina” foi chamado o Clube Atético Carlos reunax, de Brusque, que fora de casa, venceu os içarenses comandados por João Ramos Roussenq, por 4 a 1.
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas