Canal Içara

Canal Içara

20 de fevereiro de 2020 - 11:44
Esportes »
Marquinhos quer jogar no Tigre
10/11/2008 às 10:29 | Lucas Lemos
Há quatro anos nos Estados Unidos, o içarense Marcus Aurélio Silvestre Pizzetti deseja voltar para o Brasil. O retorno depende de uma resposta do Criciúma Esporte Clube. Os vídeos com o jogador em campo foram enviados para o clube. Mas, ainda não há uma data definida para que ele faça um teste na equipe catarinense.

Em busca de uma vaga no Tigre, Marquinhos deixou o time da universidade de Salen, em Massachusetts. Ele trocou a academia estudantil, onde cursava contabilidade, pela academia de musculação. Este é o destino que o içarense tem de segunda a sexta-feira. Lá, passa até duas horas para adquirir massa muscular.

Entre os títulos colecionados pelo içarense, estão campeonatos regionais enfrentados desde o período escolar. Nessa época, Marquinhos foi um dos destaques do Greater Boston League. Ele marcou um novo recorde de gols no time da escola. Em um único jogo, balançou seis vezes a rede. E, com essa fama de goleador, acompanhou o time até a final da liga de futebol estudantil.

Depois, Marquinhos frequentou um time local. O clube pagava até U$$ 60 por jogo. Este valor corresponde ao que os jogadores do Sul catarinense recebem para disputar os campeonatos regionais, como o que está sendo realizado pela Larm.

Sobre a carreira, o içarense destaca que não enfrentou dificuldades por causa da naturalidade. "Aqui não tem muito disso. Temos que mostrar futebol", relata. "Mas, sempre sai aquela piada quando se faz um drible: damn brazilians (coisa de brasileiro)", brinca ele.

Ao ser questionado sobre a diferença entre o futebol apresentado no Brasil e nos Estados Unidos, o jogador içarense explicou que "os americanos são mais disciplinados. Já os brasileiros tem mais futebol arte". "Arriscamos mais", completa ele.


JOGADOR É PROIBIDO DE CONHECER ZIDANE, CISSE E BECKHAM

Além dos títulos colegiais, Marquinhos também tem em seu currículo um dos cinco gols mais bonitos de um concurso da Adidas Americana. Com essa vitória, conquistada no primeiro semestre de 2007, ele iria para a Espanha. Do outro lado do oceano, conheceria alguns ídolos como Zidane, Cisse e Beckham. Mas, por falta de documentação, não pode viajar. O atleta está nos Estados Unidos com passaporte de turista. Quando foi para a terra do Tio San, o destino informado nos documentos era a Disney. Por isso, restou ficar com um prêmio de consolação enviado pela fabricante: uma chuteira da linha Pradator.


PAIXÃO POR CHUTEIRAS

As medalhas não são as únicas peças que Marquinhos guarda de recordação dos campeonatos que já disputou. O jogador também tem uma coleção de chuteiras. Segundo ele, já teve sete pares ao mesmo tempo. Atualmente, este número caiu para cinco. Uma ele vendeu e a outra mandou para o pai, que está em Içara. "Tenho uma igual a do Ronaldo. Mas a que eu uso é uma Mercurial Vapor da Nike", destaca.


PERFIL DE MARCUS AURÉLIO SILVESTRE PIZZETTI

- Características? "Me falam que eu chuto, cobro falta e driblo bem, Tenho velocidade e sou daqueles que parte pra cima".

- Preferência por camiseta? "A sete e a nove são as minhas favoritas. A sete não tem nenhum motivo em especial. A nove é por causa do Ronaldo".

- Idade: 20 anos (11 de julho de 1988)
- Peso: 72Kg
- Altura: 1,82m


VIDEO COM LANCES DO JOGADOR IÇARENSE

+ Esportes
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas