Canal Içara

Canal Içara

13 de junho de 2021 - 12:20
Política »
Judiciário determina suspensão da eleição da Cermoful em Cocal do Sul
13/05/2021 às 13:16 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A realização da eleição da Cooperativa Fumacense de Eletricidade voltou a ser suspensa por decisão na comarca de Urussanga na manhã desta quinta-feira, dia 13. O juiz Roque Lopedote deferiu tutela antecipada para o cancelamento do pleito em Cocal do Sul no próximo domingo, dia 16, até que seja designada uma nova data, segura aos associados, autorizada pelo Judiciário. Em caso de desrespeito, foi delimitada ainda multa de R$ 100 mil aplicada ao administrador da Cermoful em favor do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados.

Além de apontar fragilidade no plano sanitário para a eleição com a concentração em um único endereço, o magistrado contestou o respeito ao estatuto da Cermoful, que define 20 dias entre o lançamento do edital e a realização da assembleia, mesmo sendo uma continuidade, já que a AGO iniciou em 26 de março. Para o juiz, a mudança na eleição por meio de aditamento - ocorrida no dia 11 de maio - deve cumprir o prazo mínimo para garantir o “princípio da publicidade, da isonomia na campanha eleitoral e do sistema eleitoral como instrumento para a democracia”.

A decisão segue o requerimento apresentado pelo Ministério Público em ação conjunta dos promotores de Içara e Urussanga, Marcus Vinicius de Faria Ribeiro e Diana da Costa Chierighini. A realização em Morro da Fumaça, por vez, já havia sido suspensa devido a um decreto municipal com restrição para a realização do pleito de forma presencial pelo período de 30 dias. Uma possibilidade seria a continuidade do local de votação em Içara, mas a decisão da administração foi transferir para Cocal do Sul.

Da liminar em primeira instância, ainda cabe recurso. Em outra ação, a Cermoful já obteve inclusive decisão favorável, em agravo de instrumento ao Tribunal de Justiça, para a realização de eleição presencial desde que todos os protocolos sanitários oriundos das autoridades competentes sejam adotados. Neste ano, está em disputa o Conselho de Administração, Conselho Fiscal e também os cargos de delegados da empresa na federação das cooperativas catarinenses. Ao todo, a distribuidora de energia abrange 15,7 mil associados.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias