Canal Içara

 
15 de agosto de 2022 - 19:54
#Cotidiano #Economia #Política #Segurança #Esportes +Leitor-repórter +Guia Içara
Cotidiano »
Ano letivo vai iniciar com mudanças no Ensino Médio
Novo modelo de aprendizagem por áreas de conhecimento permitirá aos estudantes optar por uma formação técnica e profissionalizante
05/01/2022 às 12:59 | Andreia Limas - andreia.limas@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
Está marcado para o dia 7 de fevereiro o início das aulas na rede estadual para o ano letivo de 2022, com mudanças significativas a partir da implantação do Novo Ensino Médio. O novo modelo de aprendizagem será organizado por áreas de conhecimento (não mais por matérias) e permitirá aos estudantes optar por uma formação que o prepare para o mercado de trabalho.

A carga horária total será ampliada ao longo dos três anos, passando de 2,4 mil horas para 3 mil horas. Até 1,8 mil horas vão contemplar habilidades e competências relacionadas a Matemáticas e suas Tecnologias; Linguagens e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e Sociais Aplicadas. E no mínimo 1,2 mil horas serão flexíveis, reservadas para a formação técnica e profissional.


A implantação ocorrerá em todo o país, de forma gradual. Em 2022, vai vigorar para os alunos do primeiro ano e até 2024 estará em todas as turmas. A mudança foi motivada por vários fatores, como a estagnação dos índices de desempenho dos estudantes, as altas taxas de abandono, reprovação e atraso escolar.

Além disso, a necessidade de preparar os estudantes para a carreira profissional. Conforme levantamento realizado pelo Portal Canal Içara, em conjunto com as escolas Professora Salete Scotti dos Santos, Maria da Glória Silva, Antônio Colonetti e Ignácio Stakowiski, 97% dos alunos pretendem trabalhar após a conclusão do Ensino Médio. Entre os entrevistados do último ano, 71,52% já estão inseridos no mercado de trabalho.

Escolas-piloto

Santa Catarina conta com cerca de 209 mil alunos matriculados no Ensino Médio e 39 mil professores espalhados por 711 escolas (dados de novembro/2021). Dessas, 120 são escolas-piloto, que já fizeram a flexibilização do currículo para o novo modelo em 2020. Na região, a escola-piloto foi a Governador Heriberto Hülse, em Criciúma.

Para a implantação do Novo Ensino Médio em toda a rede, a Secretaria de Educação promoveu curso de formação continuada. A segunda turma iniciou no dia 16 de dezembro e pode finalizar a formação até 28 de fevereiro. A primeira turma foi realizada de 10 de novembro a 15 de dezembro e contou com a participação de mais de 4,7 mil profissionais da rede.

Bolsas

Com o intuito de reduzir a evasão escolar, o Governo do Estado também criou o Programa Bolsa Estudante, aprovado em dezembro pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Com a iniciativa, a Secretaria de Estado da Educação vai conceder um auxílio anual de R$ 6.250 para 60 mil estudantes do Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para receber o auxílio, além de estarem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e matriculados no Ensino Médio ou EJA, os estudantes devem ter frequência na escola acima de 75% por mês e apresentar bom rendimento. Em caso de reprovação, o aluno perderá o direito à Bolsa Estudante no ano seguinte.
Divulgue as atividades também de sua escola. Envie as ações pedagógicas para jornalismo@canalicara.com
Participe também com seus comentários

 COBERTURAS ESPECIAIS
últimas notícias

Conheça as marcas que potencializam o crescimento da cidade
Coberturas especiais