Canal Içara

Canal Içara

15 de novembro de 2019 - 22:46
Cotidiano »
Gratidão: não deixe para amanhã
31/08/2019 às 12:54 | Simone Luiz Cândido
Dizem que quando alguém faz algo de bom a outras pessoas não necessita aplausos ou reconhecimentos. Mas o nosso humano sente falta disso, não vem ao caso dizer que alguém faça algo somente para obter aplausos ou sentir-se melhor que o outro, por ter lhe proporcionado algo bom.

A questão é que sermos gratos nos faz bem, se eu agradeço as gentilezas daqueles que tiraram um pouco do seu precioso tempo para fazer algo para mim, tem outro sentido quanto às gentilezas recebidas.

É tão bom saber que alguém fez algo para nós simplesmente porque gosta de nós, com amor doou seu tempo tornando nossa vida mais alegre. Então não custa nada agradecer com uma palavra de gratidão, hoje em dia é raridade quem tira seu tempo para fazer algo por outras pessoas. Pode ser apenas uma simples conversa ou um convite para um café, almoço ou jantar em sua casa.

Existe uma grande diferença entre o vá lá à casa uma hora dessas, e você pode vir lá em casa no sábado? Quero convidar você para um jantar. Perceba a diferença um é apenas a obrigação de convidar sem que o outro se sinta realmente convidado e crie laços conosco. O Segundo é o reconhecimento eu quero te convidar para estar comigo, pois você é importante para mim e para minha família.

São detalhes que nos fazem criar laços afetivos, termos gratidão por termos encontrado pessoas que em muitos momentos estiveram ao nosso lado, torcendo por nós, chorando junto conosco nossas tristezas. Na hora da alegria poder comemorar sem esquecermos quem esteve conosco.

Podemos ser gratos e demonstrarmos nossa gratidão, todos que são gentis conosco merecem sim serem reconhecidos. Não deixe para agradecer amanhã o que você pode agradecer hoje o amanhã pode não chegar e você ficar triste por não ter dado tempo de agradecer a quem era necessário. Sejamos gratos por todo bem que recebermos.
Simone Luiz Cândido é voluntária na causa adoção de crianças e adolescentes; já participou de três antologias com suas crônicas, além disso, ama escrever reflexões sobre a vida cotidiana, eternidade, amor e convivência.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas