Canal Içara

Canal Içara

11 de dezembro de 2019 - 11:26
Cotidiano » Plano Diretor
Imóveis na SC-445 terão prioridade no crescimento vertical
11/05/2017 às 09:00 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Um novo mapa vai determinar os índices de aproveitamento mínimo, básico e máximo da ocupação do solo, a infiltração mínima, afastamentos e alturas das edificações, neste último caso, com limite de 12 pavimentos (térreo + 11) em 24,9 hectares da cidade, ou seja, aproximadamente 8,64% do território de Içara. Os zoneamentos em discussão no Plano Diretor também definirão os tipos de atividades que serão licenciadas a partir da aprovação do projeto pela comunidade e o Poder Legislativo.

Zona Industrial 1
Destina-se exclusivamente à implantação de indústrias de médio e grande porte. Esta zona explora o potencial da rodovia BR-101 como corredor para implantação de atividades de produção que podem ser exportadas pelo município. Obrigatório o Estudo de Impacto de Vizinhança e o Estudo de Impacto Ambiental.
Gabarito máximo: térreo mais um pavimento

Zona Industrial 2
Está localizada em uma faixa paralela ao limite sudeste do perímetro urbano, se constituindo uma área exclusiva propícia para o desenvolvimento de atividades industriais de baixo impacto ambiental, ao mesmo tempo que funciona como transição para a zona rural. Obrigatório o Estudo de Impacto de Vizinhança e o Estudo de Impacto Ambiental.
Gabarito máximo: térreo mais um pavimento

Zona de Especial Interesse Social (horiz.)
Estimula a implantação de pequenos conjuntos habitacionais de interesse social segundo os parâmetros urbanísticos e nível de incomodidade.
Gabarito máximo: térreo mais um pavimento

Zona de Especial Interesse Social (vertical)
Estimula a implantação de pequenos conjuntos habitacionais de interesse social segundo os parâmetros urbanísticos e índice de incomodidade.
Gabarito máximo: térreo mais três pavimentos

Zona Mista Diversificada
Zona de baixa densidade em que se estimula o uso de comércio e serviços de maior porte e com impactos sobre o sistema viário e o conforto ambiental. Dessa maneira, o uso habitacional é apenas tolerado nessa zona. A maioria das atividades está sujeita à elaboração do Estudo de Impacto de Vizinhança
Gabarito máximo: térreo mais dois pavimentos

Zona Mista de Apoio Turístico
Área de baixa densidade em que se estimula o uso e atividades de recreação, lazer e estabelecimentos de hospedagem como pousadas, sendo toleradas apenas as atividades agrícolas existentes de baixo impacto ambiental e as atividades de comércio e serviços complementares às atividades permitidas. Trata-se de uma zona com critérios de ocupação mais rigorosos sobre os impactos ambientais e da paisagem, sujeitando-se obrigatoriamente os projetos ao Estudo de Impacto de Vizinhança. Algumas atividades também estão sujeitas ao Estudo de impacto ambiental.
Gabarito máximo: térreo mais dois pavimentos

Zona Mista de Comércio e Serviço 1
Zona de média para alta densidade em que se estimula a multifuncionalidade como forma de alimentar o uso dos espaços públicos mais centrais e sustentar o corredor de transporte público a ser implantado sobre a SC-445, que se propõe como avenida de integração do tecido urbano.
Gabarito máximo: térreo mais oito pavimentos

Zona Mista de Comércio e Serviço 2
Zona de alta densidade em que também se estimula a multifuncionalidade como forma de alimentar o uso dos espaços públicos mais centrais e sustentar o corredor de transporte público a ser implantado sobre a SC-445, que se propõe como avenida de integração do tecido urbano, se desenvolvendo sobre os lotes de frente para a avenida no trecho da mesma, entre a Rua Sete de Setembro e a Rodovia ICR-253.
Gabarito máximo: térreo mais 11 pavimentos

Zona Residencial de Condomínio
Zona de baixa densidade em que se prioriza a ocupação na forma de condomínios urbanísticos. A principal função é estabelecer uma borda de transição entre as áreas urbanas e rurais do município com baixa densidade habitacional e populacional. Admite-se somente uso residencial unifamiliar nesta zona
Gabarito máximo: térreo mais um pavimento

Zona Residencial Predominante 1
Zona de baixa densidade em que se prioriza o uso habitacional unifamiliar com tolerância do uso residencial multifamiliar, comércio, serviços e até de pequenas atividades de produção de baixo impacto ambiental desenvolvidas junto da habitação.
Gabarito máximo: térreo mais um pavimento

Zona Residencial Predominante 2
Zona de média densidade em que se prioriza o uso habitacional multifamilar com presença de comércio, serviços e até de pequenas atividades de produção de baixo impacto ambiental desenvolvidas junto da habitação, normalmente no pavimento térreo. Algumas atividades poderão ser objeto de Estudo de Impacto de Vizinhança.
Gabarito máximo: térreo mais um pavimento
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas