Canal Içara

Canal Içara

22 de setembro de 2019 - 14:05
Cotidiano » Leitor Repórter
Moradores contestam retirada de árvores
01/12/2014 às 17:07 | Leitor-repórter Samuel Martinello Faraco
Samuel Martinello Faraco
A retirada de árvores da Rua Agenor Amador Fernandes para a construção do passeio público gerou a revolta dos moradores do bairro Tereza Cristina. Na última quarta-feira foi arrancado um Ipê Amarelo sem qualquer aviso prévio à comunidade. Nesta segunda-feira ocorreu então a retirada de duas Sete Copas. “Ambas florescendo e fazendo sombra a algum tempo”, reclama Samuel Martinello Faraco.

“Eu e minha esposa somos professores. Passamos aos alunos a consciência ambiental que a própria Fundai nos pedi quando distribuem árvores aos nossos alunos e a mesma instituição retira estas plantas nativas sem consentimento do morador, árvores estas com quatro anos já plantadas”, coloca. Além da Fundai, a reclamação foi levada também para a Secretaria de Obras, Planejamento e a empreiteira Setep.

“Na Secretaria Municipal de Planejamento me informaram que pela Lei da Acessibilidade deveria haver espaço na via de 1,20m ao qual respeitamos. A empreita informou também que era preciso arrancar para a conclusão do serviço e o recebimento da Caixa Econômica Federal. Tiraram caçoando de que não teria mais árvore para o Natal e que não contávamos com a astúcia deles”, coloca.

“As amendoeiras são árvores exóticas que não precisam de autorização. Além disso, atrapalhavam a passagem. No mesmo local tem um poste que precisaremos fazer o afastamento. Não abriremos mão da acessibilidade. As árvores foram replantadas no Horto Florestal caso queiram pegar de volta. Se o Ipê também não permitir o espaçamento mínimo, será preciso retirar”, contrapõe o secretário municipal de Planejamento e superintendente da Fundai, Eduardo Rocha de Souza.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas