Canal Içara

Canal Içara

22 de outubro de 2019 - 19:21
Cotidiano »
Município oferecerá concessão em novos abrigos de passageiros
22/08/2017 às 08:34 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
O estudo realizado pela Prefeitura de Içara no início de 2016 sobre a colocação de novos abrigos de ônibus evoluiu pouco até o momento. O projeto ainda segue em análise na Secretaria Municipal de Planejamento e de Desenvolvimento Urbano com o objetivo de encontrar alternativas viáveis para melhorar essas estruturas. “Não há orçamento para que se adquira esses abrigos de passageiros”, reconhece o secretário de Planejamento, Arnaldo Lodetti Júnior.

A ideia é que as estruturas sejam produzidas e implantadas através de parcerias com empresas privadas. “Ainda estamos analisando muito as questões de como isso deve ser feito. É algo que demanda tempo, para analisar as possibilidades, mas estamos vendo que uma alternativa é a parceria com empresas para que elas explorem o abrigo. Ou seja, elas compram a parada, que gera benefício aos içarenses, por um determinado valor, e depois ganham o direito de explorar o local comercialmente”, aponta.

A pretensão é que no máximo até o fim de setembro se tenha o projeto concluído para que seja possível dar o passo seguinte. “A princípio estamos trabalhando com dois moldes, sendo um tipo para a parte urbana da cidade e outro para a região agrícola, porque da maneira como está sendo planejado, pode haver dificuldade para a comercialização do espaço no interior, então a prefeitura teria que arcar com os custos. Por isso, estamos trabalhando de forma distinta”, declara o secretário.

Ao todo, o projeto prevê a necessidade de 188 estruturas. Desse número, 136 eram de responsabilidade integral do município e outros 52 por conta do Governo do Estado. Na época, foi analisado um projeto semelhante ao que existe na cidade de São José dos Pinhais, próxima de Curitiba, no Paraná. O custo de cada abrigo estava orçado em R$ 1,9 mil conforme reportagem veiculada no Jornal Gazeta. A última melhoria nos abrigos de passageiros aconteceu em 2014, quando foram instalados 30 equipamentos, entre locais que não o possuíam e aqueles que tinham, mas apresentavam algum tipo de problema.

+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas