Canal Içara

Canal Içara

19 de julho de 2018 - 01:08
Cotidiano »
Restrição eleitoral adia obras no Centro de Içara
11/07/2018 às 07:34 | Especial do Jornal Gazeta
A efetuação de novos convênios com o Governo do Estado e a União já está suspensa para a realização de obras nos municípios. A situação deve-se ao impedimento gerado pelo período eleitoral. Entre os projetos atingidos está a realização da drenagem e a pavimentação na região central do município. “Sempre é bom conversarmos, buscarmos o diálogo, e foi isso que buscamos na última semana, mas infelizmente não obtivemos êxito nessa nossa última ida a Florianópolis. Tivemos o cancelamento de novos convênios, já que a situação financeira do Estado não permite que isso possa acontecer”, lamenta o prefeito Murialdo Canto Gastaldon (MDB).

“Tivemos o cancelamento de novos convênios e não tivemos informações positivas em relação aos convênios já firmados, diante da situação complicada que há no Estado, financeiramente. Eles não nos colocaram prazos para fazer a quitação dos débitos dessas pavimentações. A informação é de que somente vão se posicionar da forma como ficará na próxima semana”, aponta sobre as ICRs 253 e 357, respectivamente, de acessos às comunidades de Morro Bonito e São Rafael.

Também está em debate a liberação de recursos oriundos da União e que estão pendentes na Caixa Econômica Federal. Mas neste caso, a informação é de que não haverá empecilhos, já que os valores foram liberados, restando apenas verificar a situação de projetos. No pacote está, por exemplo, a construção da praça do bairro Presidente Vargas e uma nova etapa da pavimentação da estrada que liga as comunidades de Boa Vista e Coqueiros.

“Esses não têm qualquer problema fiscal, já foram disponibilizados. A questão está na equipe da Caixa, que é pequena, diminuiu e continua diminuindo pelo número de demissões. O volume de projetos que temos na Caixa é superior à capacidade técnica que a Caixa tem de aprovação”, justifica. Ainda segundo ele, somente após a aprovação é que se pode encaminhar para a licitação.

+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas