Canal Içara

Canal Içara

28 de fevereiro de 2020 - 15:14
Cotidiano »
Vander completa 10 anos de sacerdócio
01/07/2016 às 08:00 | Especial de Suelen Grimes, do Diário de Notícias
Lucas Lemos [Canal Içara]
De acordo com Rosa Santana da Silva, de 56 anos, o filho, aos seis, já demonstrava a vocação. “Ele e alguns amiguinhos montavam um altar e diziam que estavam rezando a missa. Ele sempre falava que seria padre, mas na época não imaginávamos que seria verdade”, relembra. Muito dedicado, Antônio Vander da Silva quis entrar antes mesmo de completar a idade na escola. “E ele se destacou muito rapidamente”, revela.

Natural de Sombrio, Vander chegou a fazer vestibular e foi aprovado. Porém, a vontade de ser padre era maior e nunca chegou a ingressar no curso que havia cogitado: Medicina. “Ele estava sempre na igreja. Continuava dizendo ao longo da adolescência que seria padre. Quando ele foi aprovado no vestibular e decidiu não cursar, ficamos preocupados, pois na época achávamos que o melhor seria ele ter uma família”, explica.

Antônio Vander da Silva entrou no Seminário Menor em Tubarão em 15/02/1998. Em seguida, cursou as faculdades de Filosofia, Teologia e fez especialização em Direito Canônico. No dia 12 de março de 2006 teve a ordenação diaconal na Igreja Imaculado Coração de Maria em Lauro Müller. Em 01/07/2006 ocorreu a ordenação presbiteral na Igreja Santo Antônio de Pádua, em Sombrio.

“Sempre foi emocionante ver ele rezando a missa. Quando lembrávamos que tínhamos receio de ele ser padre chegávamos a ficar tristes, pois percebemos o quanto ele é feliz com o caminho que escolheu e isso é muito importante”, afirma a mãe ao observar o trabalho desenvolvido pelo filho e toda a multidão que conseguiu atrair à igreja católica sob o lema que escolheu: Totus Tuus (Todo teu). São 10 anos de sacerdócio completados, aos 37 anos, nesta sexta-feira, dia 1.

“É um desafio ser padre, mas dá sentido à vida. Quando a gente fica padre acha que é tudo fácil, mas não é. Principalmente quando assumimos desafios como coordenar a paróquia e outros projetos”, revela com um histórico de 10 igrejas construídas. “Eu me tornei padre para servir a igreja e não aos meus gostos. Então aceito com alegria os caminhos da igreja e faço o meu melhor”, afirma o religioso após a passagem por Sombrio, Lauro Müller e, agora, Içara.

Padre constrói legados históricos

Em três anos e meio em Içara como pároco, Antônio Vander da Silva já tem o nome na história da cidade. Através dele, a Paróquia São Donato recebeu, em 2015, o privilégio de ser a única matriz em honra ao santo italiano - em um total de 370 em todo o mundo - a possuir uma relíquia do padroeiro. A peça ficou guardada por 1700 anos na cidade de Arezzo, onde o arcebispo Riccardo Fontana entregou para ser apresentada na 65ª Festa de São Donato. “Agora somos ainda mais irmãos de Arezzo”, comenta o pároco.



Antônio Vander trabalhou para reativar também a igreja, agora, denominada pela Misericórdia, mas por muito tempo conhecida como Casa de Cultura Padre Bernardo Junkes. Desde que foi retomada, a igreja passou a sediar novamente celebrações. “É um patrimônio espiritual do povo içarense”, considera. A devolução foi decidida através de audiência pública em 2014. Na época, a estrutura construída em 1955 estava sofrendo com problemas estruturais e corria riscos pela avançada deterioração devido a falta de manutenção do Município.

Além de ser reconhecido pelas missas de Cura e Libertação, desde que chegou a Içara Vander passou a realizar o Cerco de Jericó. Em março deste ano também eternizou a imagem do padre Bernardo Junkes em 400kg de concreto e bronze na praça central da cidade. A inauguração ocorreu junto com o irmão do ex-pároco, também padre, Silvestre Junkes. O homenageado atuou na fundação do hospital de Içara e lutou para que o prédio da igreja posteriormente denominada de Casa da Cultura não fosse demolido.

Obras do santuário é desafio especial

Uma das obras mais aguardadas na Diocese de Criciúma, o Santuário Sagrado Coração de Jesus ocupará 13 hectares em Içara. Além do templo religioso na comunidade de Morro Bonito, o complexo terá a Casa do Peregrino, Portal do Santuário, Casa do Reitor, Praça de Nossa Senhora, Igreja da Agonia e o Jardim das Oliveiras. Intitulado coordenador da obra, padre Antônio Vander da Silva acompanha quase que diariamente o desenvolvimento dos trabalhos.

“É uma grande alegria coordenar uma obra que no futuro será uma verdadeira cidade da fé, tamanha a dimensão que tem”, observa. “A geografia do bairro está mudando, conforme a obra avança. Já aumentou bastante o movimento na região. O santuário já é notícia em todo o estado. Virão pessoas de todos os lugares”, frisa. “Quando começamos o Santuário Sagrado Coração de Jesus imaginei que ele seria a pessoa apropriada para colaborar e não errei”, atesta o bispo Dom Jacinto Inácio Flach.



“Sou muito feliz com todos os padres que tenho na Diocese, mas o que podemos dizer do padre Vander é que ele é muito trabalhador e organizado”, afirma. “Nosso objetivo é acolher as pessoas, para que elas se sintam bem aqui e voltem para suas casas, trabalhos e famílias renovados, com esperança”, pontua. O orçamento já passou de R$ 5 milhões, grande parte proveniente de doações. Para contribuir o santuário possui três contas bancárias [listadas abaixo]. A inauguração está prevista para acontecer no dia 23 de abril de 2017.

SICREDI - Agência 1560-1; Conta 23059-6
CEF - Agência 1785; Conta 1950-6 OP 003
BANCO DO BRASIL - Agência 3226-3; Conta 16262-0

+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas