Canal Içara

Canal Içara

20 de setembro de 2019 - 20:07
Economia »
A casa como ambiente de trabalho
11/09/2009 às 17:02 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
O ingresso de pequenos investidores na Bolsa de Valores foi observado já em 2006. E a tendência ainda permanece, sendo apresentada como uma opção para manter a estabilidade de alguns índices pela maior distribuição do controle sobre os montantes negociados. No último ano, Henrique Máximo passou a compor este grupo formado por mais de 500 mil adeptos à compra e venda de ações na Bovespa. “A ideia era tentar aumentar o meu rendimento com o dinheiro que até então estava parado”, explica ele.

Segundo o içarense de 22 anos, o interesse começou após receber a indenização pela saída da empresa à qual era vinculado. Depois disso, passou a trabalhar em casa. Em vez de ele deixar o montante em aplicações como a poupança, buscou opções com rendimento maiores. E conseguiu isto através da bolsa. “Este ano, que eu comecei a comprar mais, o ganho chegou até a 20% mensais”, destaca.

Mas obter sucesso nos investimentos não foi fácil. No começo, Henrique afirma ter entrado em algumas furadas. E por causa disso, ele mesmo dá a dica: “Tem muitos cursos na Internet. Há sites para ler e aprender. E também há os clubes de investimento”. Um dos portais indicados por ele é o ADVFN (advfn.com.br). E uma das opções para assessoria na região Sul de Santa Catarina, a Gol Invest (golinvest.com.br).

De acordo com o sócio da empresa, Volnei Kurtz, os clubes são as opções mais acessíveis para os investidores de pequeno porte. Isto porque a aplicação pode iniciar com R$ 100. “São no mínimo três pessoas e no máximo 150. Nenhuma delas pode ter mais de 40% das cotas”, explica. Ainda segundo ele, esta modalidade se torna interessante “porque o imposto de renda pago no ganho deste investimento ocorre somente no resgate, se tiver lucro”, completa.

“Há alguns anos atrás, só o grande investidor poderia entrar na bolsa. Até porque não tinha os clubes de investimento ou o home broker que tem hoje, onde a pessoa pode investir R$ 2 mil, ou R$ 5 mil, com pagamento por operações. Isto diminuiu os custos e está se ampliando agora, nos últimos dois anos”, afirma Volnei.


TERMOS COMPLICADOS? A BOVESPA FACILITA O ENTENDIMENTO COM FERRAMENTA 0N-LINE

Para facilitar o ingresso de estreantes, a Bovespa disponibiliza um dicionário no site da instituição (bovespa.com.br). Confira alguns termos que o Canal Içara destacou para o entendimento do tema:

AÇÃO: Valor mobiliário, emitido pelas companhias, representativo de parcela do capital. Representa a menor parcela em que se divide o capital da companhia.

BOLSA DE VALORES: Local que oferece condições e sistemas necessários para a realização de negociação de compra e venda de títulos e valores mobiliários de forma transparente. Além disso, tem atividade de auto-regulação que visa preservar elevados padrões éticos de negociação, e divulgar as operações executadas com rapidez, amplitude e detalhes.

HOME BROKER: Serviços de corretoras de valores em meio eletrônico, acessíveis por computador através da Internet. Permitem o envio de ordens de compra e venda de ações pela Internet, e possibilitam acesso às cotações, acompanhamento de carteiras de ações, entre outros recursos. O cliente utiliza um código de acesso para fazer cumprir suas ordens e consultas.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas