Canal Içara

Canal Içara

28 de setembro de 2021 - 00:30
Economia » Memórias
Adalberto Pizzetti: serviços e conexões entre empreendedores foram fortalecidos em três gestões à frente da ACII
12/07/2021 às 08:01 | Redação | com a colaboração de Lucas Lemos, da Inoova Comunicação
A eficiência, o bom atendimento e o preço justo são marcas que o empresário Adalberto Pizzetti aponta sobre o seu período na presidência da Associação Empresarial de Içara. Foram três gestões de dedicação de 19 de julho de 2005 a 20 de julho de 2011. E, segundo ele, foi a possibilidade de unir ideias e trocar informações que o fez se dedicar por tanto tempo para a entidade. Liderou a ACII aos 33 anos e, logo no primeiro ano na atividade, fez parte do movimento pela reabertura da Vectra na cidade. Também teve como bandeira a construção de uma sede própria, um projeto que chegou inclusive a cessão de imóvel para a obra. Foram fortalecidos ainda convênios, ampliada a rede de benefícios entre os associados e criados eventos com as câmaras de mulheres e também do turismo.

Em 2007, a ACII apresentou para Içara o Útilcard, um cartão de débito para uso dos trabalhadores. Também criou um site para a entidade e, ao final do mandato, deixou registrado em um informativo a todos os içarenses a importância do associativismo. "A união faz a força. Este é o principal fundamento do associativismo. Trabalhar junto é muito mais gratificante que isolado. Como não tem fins lucrativos, torna-se exemplo de cidadania. Há troca de experiências e nossas reivindicações têm mais chances de serem ouvidas, por isso, o associativismo tem papel fundamental para o crescimento econômico da empresa e para o fortalecimento da economia de uma cidade e região", ressaltou à época.

A primeira gestão de Adalberto ocorreu em parceria com o vice Luiz Carlos Budny, teve o secretário Gilmar Cassol e o tesoureiro Eraldo Santos Teixeira. Também participaram, nas câmaras temáticas, Ramiro Cardoso (indústria e comércio), Gilmar Celoy Custódio (agricultura e pecuária), Alcides Rosso (apicultura), Waldemar Luiz Casagrande (assuntos estratégicos), Mário César Serafim (jurídico), Mara Rúbia Modolon Lima (turismo e etnias), Suzana Vieira de Souza (mulher), Sidnei Castagnetti (jovem), Augusto da Luz (marketing), Valmor Pacheco (prestação de serviços) e Valmir Dagostim (saúde). No Conselho Deliberativo faziam parte Agenor Sartori Castagna, Sandro Giassi Serafim, Paulo Olivio Pavei, Anselmo Freitas, Nilva Theis Cassol, Dalcioni Pizzetti, Edmilson Zanatta, Osni Giassi e Eliana Jucoski Monteiro sob a presidência de Aldo Wagner Fernandes. No Conselho Fiscal, participaram Mário de Ávila, José Luiz Fronlich e Jair de Stefani.

Na reeleição, Adalberto teve também Luiz Carlos Budny de vice, Gilmar Cassol de secretário e Eraldo Santos Teixeira de tesoureiro. Nas câmaras, o associativismo contou com Paulo Olivio Pavei (indústria e comércio), Dalcioni Pizzetti (agricultura e pecuária), Osvaldo Passos Costa Maria (apicultura), Maurino Perez Barbosa (assuntos estratégicos), Idelfonso Leal de Souza (assuntos jurídicos), Mara Rúbia Modolon Lima (turismo e etnias), Rosimari Pizzetti (mulher), Sidnei Castagnetti (jovem), Claudinei Pedro Rebelo (marketing), Gilmar Celoy Custódio (prestação de serviços) e Valmir Dagostim (saúde). No Conselho Deliberativo atuaram Agenor Sartori Castagna, Sandro Giassi Serafim, Pedro Picin, Nilva Cassol, Augusto da Luz, Anselmo Freitas, Edmilson Zanatta, Osni Giassi e Eliane Jucoski Monteiro sob a presidÊncia de Aldo Wagner Fernandes. No Conselho Fiscal estavam Edson Pizzetti, Walter Luiz e Jair de Stefani.

Já na terceira gestão no cargo, Adalberto contou com Osvaldo Passos Costa de vice, Paulo Olivio Pavei de secretário e Nilva Cassol de tesoureira. Também teve a importante contribuição, nas câmaras temáticas, de Maurino Perez Barbosa (indústria e comércio), Edson Felício (agricultura e pecuária), Eliane Jucoski Monteiro (apicultura), Luiz Carlos Budny (assuntos estratégicos), Idelfonso Leal de Souza (jurídico), Pedro Picin (turismo e etnias), Rosimari Pizzetti (mulher), Sidnei Castagnetti (jovem), Claudinei Pedro Rebelo (marketing), Dalcioni Pizzetti (serviços) e Hélio Bortolatto (saúde). No Conselho Deliberativo, fizeram parte Agenor Sartori Castagna, Custódio Abilio Da Silva, Edson Pizzetti, Eroni Coelho, Everaldo Tiscoski, Gilmar Cassol, Gilmar Celoy Custódio, Laudo Calegari, Mario Sergio Batista, Pedro Marques, Ramiro Cardoso, Sandro Giassi Serafim e Valdeci José Sehnem sob a presidência de Aldo Wagner Fernandes. No Conselho Fiscal faziam parte Ademar Pacheco, Antenor De Mello e Geovani Raichaski.

Para o proprietário da Adalberto Comunicação Visual, a cidade se transformou ao longo dos 25 anos em que teve a Associação Empresarial de Içara como aliada. Os serviços, por exemplo, estão com acesso cada vez mais facilitado devido aos atendimentos disponíveis de forma online. “O município de Içara faz limite com muitos municípios da Região Carbonífera. E, para o nosso futuro, o grande foco será a área industrial, os serviços e produtos para fornecimento à região tendo em vista a BR-101 que nos auxilia”, projeta sobre o caminho para o desenvolvimento sustentável da cidade.

ACII – 25 anos

O resgate das gestões da Associação Empresarial de Içara faz parte das atividades preparadas pela entidade para homenagear todos os empreendedores que fizeram parte. Além do conteúdo registrado a partir do relato dos ex-presidentes, a Acii também lançou um selo comemorativo. É um símbolo que faz parte da transformação vivenciada até agora em conjunto com cada associado e que será utilizado em novas ações para relembrar as transformações da entidade e da cidade, além de inspirar novos sonhos para os empreendedores que vão escrever as próximas páginas dessa história.

+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias