Canal Içara

Canal Içara

28 de setembro de 2021 - 01:13
Economia » Memórias
Agenor Castagna: Associação Empresarial e Içara se estruturam para crescer juntas
28/06/2021 às 15:45 | Redação | com a colaboração de Lucas Lemos, da Inoova Comunicação
Agenor Sartori Castagna sempre teve o associativismo em sua veia empreendedora. O fundador da Minamel foi presidente e vice de diferentes entidades em Içara, no estado e até no país. Fez parte de organizações religiosas, esportivas, educacionais e econômicas, como a Associação Empresarial de Içara. Na liderança do movimento empreendedor na cidade, marcou duas gestões da Acii com a busca por melhorias que atendessem anseios dos empresários, mas que gerassem, sobretudo, impactos positivos em toda a sociedade.

“Sempre fui um defensor do associativismo. Quando fui convidado para compor a Acii, achei uma grande oportunidade. Era uma entidade nova, por isso, um desafio motivador. Para mim, o principal marco foi a instalação do Corpo de Bombeiros de Içara. Era um projeto que havia iniciado na gestão anterior e que conseguimos efetivar. Como já fui bombeiro militar, tinha proximidade com o comando geral da corporação. Fomos à Florianópolis solicitar a vinda do quartel e dentro de 15 dias houve a implantação. Foi uma grande vitória para toda a comunidade de Içara”, recorda.

Os esforços de Agenor - de 31 de julho de 2001 a 31 de julho de 2003 - foram somados ao comprometimento do diretor executivo Aldo Wagner Fernandes, secretário Anselmo Freitas e tesoureiro Luiz Augusto Macedo, além dos vice-presidentes Eliane Jucoski Monteiro (comércio); Otávio Budny (agricultura); Moacir Sidnei (apicultura); Ronaldo Luiz Luls (assuntos econômicos e captação); Lauro Cardoso (jurídico); Paulo Olívio Pavei (turismo); Lisiane Zilli (câmara da mulher), Eraldo Santos Teixeira (jovem empresário); Ederaldo da Silveira (marketing) e Antônio Mendes (serviços).

No Conselho Deliberativo faziam parte João Zanette, Márcio Alberton, José Luiz Frohlish, Ramiro Cardso, Waldemar Luiz Casagrande, Sidnei Castagnetti, Valmor Pacheco, Joi Luiz Daniel e Gilmar Cassol sob a presidência de Sandro Giassi Serafin. No Conselho Fiscal estavam Dalcioni Pizzetti, Gilmar Custódio e Jerri Eduardo Joaquim. Além da instalação do Corpo de Bombeiros, todos esses empreendedores voluntários de Içara também foram motivadores da criação da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio.

Após uma década, Agenor retornou à presidência da Acii em consenso. E, segundo ele, o momento ká era diferente. “Focamos na reorganização da entidade, compra de móveis para estruturar e ampliar a sede no Edifício Talismã Trade Center e a captação de novos associados”, acrescenta. De 20 de julho de 2011 a 20 de julho de 2013, a 11ª gestão uniu o empenho também de Eliana Jucoski Monteiro (diretora executiva), Hélio Bortolatto (1º secretário), Custódio Abílio da Silva (2º secretário), Eraldo dos Santos (1º tesoureiro) e Fábio Tomaz Santionone (2º tesoureiro), além de Gilberto Lima (assessor jurídico).

Na época, a composição da diretoria era acrescida pelos presidentes de câmaras setoriais. Assim, o movimento associativista de Içara teve também Ramiro Cardoso (indústria e comércio), Sérgio Baschirotto (agricultura e pecuária), Francisco Rodrigues de Mello (apicultura), Sidnei Castagnetti (assuntos estratégicos), Salvio Castagnetti (turismo e etnias), Rosimari Pizzetti (mulher empresária), Filipe Pavei (jovem empresário), Maurino Perez Barbosa (marketing), Waldemar Luiz Casagrande (serviços) e Viviane Formentim Souza (saúde).

No Conselho Deliberativo faziam parte Aldo Wagner Fernandes, Sandro Giassi Serafin, Joi Luiz Daniel, Plinio Goulart, Claiton Santos Costa, Valmor Demos, Cláudio Zanatta, Luiz Carlos Budny, Edmilson Zanatta sob a presidência de Adalberto Pizzetti. No Conselho Fiscal, por vez, participavam Paulo Olívio Pavei, Osvaldo Costa e Pedro Marques com a suplência de Claudinei Rebelo, Paulo Brígido e Pedro Picin.

“Agradeço a todos que foram parceiros nestas duas gestões. Sozinho não conseguiria fazer nada. Tivemos uma boa equipe e conseguimos contribuir com a cidade. Também agradeço a todos os içarenses que confiaram no trabalho realizado. É um orgulho ver a transformação da Associação Empresarial e também do município. Içara é a menina dos olhos do Sul de Santa Catarina pela condição geográfica, cortada pela BR-101 duplicada. Vemos a cidade crescer muito e acreditamos em um futuro muito promissor”, pontua.

ACII – 25 anos

O resgate das gestões da Associação Empresarial de Içara faz parte das atividades preparadas pela entidade para homenagear todos os empreendedores que fizeram parte. Além do conteúdo registrado a partir do relato dos ex-presidentes, a Acii também lançou um selo comemorativo. É um símbolo que faz parte da transformação vivenciada até agora em conjunto com cada associado e que será utilizado em novas ações para relembrar as transformações da entidade e da cidade, além de inspirar novos sonhos para os empreendedores que vão escrever as próximas páginas dessa história.

+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias