Canal Içara

Canal Içara

28 de outubro de 2020 - 21:41
Economia »
Aluguel por temporada exige cuidados específicos
24/11/2006 às 13:39 | Difurosa AM 910
Nos meses de dezembro e janeiro, época de verão no país, o
litoral é o principal alvo da procura dos turistas brasileiros e de todas as partes do mundo. Além de lotar hotéis e pousadas, o período aquece ainda o negócio dos aluguéis temporários. O consumidor que optar por este tipo de estadia deve ficar atento e adotar algumas precauções para não transformar o descanso em dor de cabeça. É recomendável fazer uma pesquisa sobre o imóvel com antecedência. Não efetue nenhum pagamento antes de conhecer pessoalmente o local. Mas, caso tenha que alugar à distância, seja por anúncios na internet ou telefone, peça fotos do apartamento ou da casa e verifique referências comerciais de outras pessoas que já tenham se hospedado no mesmo. É o que esclarece o técnico da Fundação Procon de São Paulo, Erwin Sipereck. Ele recomenda que o consumidor obtenha o máximo de informações do local.

O ideal é, sempre que possível, ela verificar o imóvel antecipadamente, pra ver as condições do imóvel, se realmente é aquilo que ela está contratando, se aquilo que ela tem interesse. Nem sempre isso é possível, agente sabe pela distância. Porque na realidade, por mais que veja fotos, que o locador informe como é o imóvel, ela nunca vai saber realmente se não comparecer ao local. Se não for possível, tentar pegar o máximo de informações possíveis sobre a localização, o estado do imóvel, o que o imóvel tem a oferecer, se é aquilo que ele realmente está pretendendo alugar.

O locador pode cobrar um pagamento antecipado. Neste caso, se aceitar a proposta, exija um recibo com todas as quantias pagas detalhadas. Para se prevenir de falsos anúncios, o ideal é alugar com alguém conhecido ou uma empresa idônea. Em seguida, elabore um contrato, seja com o proprietário ou imobiliária, e esclareça por escrito tudo que foi acertado verbalmente. Devem constar no documento se o local é mobiliado e o estado de conservação, as formas de pagamento e a data de entrada e saída. Fique com uma cópia do contrato assinada pelo proprietário. Se possível, tire fotos antes e depois de sua estadia. A medida pode prevenir eventuais discussões caso o locador cobre algum dano no bem. Qualquer dúvida ou reclamação, procure o Procon de sua cidade ou o Juizado Especial Cível.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias