Canal Içara

 
06 de outubro de 2022 - 14:07
#Cotidiano #Economia #Política #Segurança #Esportes +Leitor-repórter +Guia Içara
Economia » Protestos nas estradas 2018
Associação Brasileira dos Caminhoneiros rejeita trégua até redução de impostos
24/05/2018 às 17:44 | Especial de Marcelo Brandão, da Agência Brasil
Renan Grassi
Na segunda reunião com representantes de onze categorias de caminhoneiros, o Governo Federal buscou um acordo, mas nem todos os presentes aceitaram a proposta. O representante da Associação Brasileira dos Caminhoneiros, José da Fonseca Lopes, negou a proposta de suspender a paralisação de 15 dias a um mês para a redução no preço do diesel. A Abcam representa 700 mil caminhoneiros, com 600 sindicatos espalhados pelo Brasil.

“Todo mundo acatou a posição que pediram, mas eu não. Eu coloquei que respeito o que meus colegas pediram e estão sendo atendidos, que acho ser coisa secundária, e disse que vim resolver o problema do PIS, do Cofins e da Cide, que tá embutido no preço do combustível”, coloca José. Ele disse ainda que não fala em suspender a paralisação enquanto o Senado não aprovar a isenção do PIS/Cofins, projeto aprovado ontem pela Câmara .
Participe também com seus comentários

 COBERTURAS ESPECIAIS
últimas notícias

Conheça as marcas que potencializam o crescimento da cidade
Coberturas especiais
Regional da Larm 2022 - Série B