Canal Içara

Canal Içara

24 de outubro de 2020 - 20:34
Economia »
Cooperativismo de crédito impacta na geração de emprego e renda nas comunidades em que está inserido
15/10/2020 às 16:48 | Redação | com a colaboração de Giovana Pedroso, da Sicredi Sul SC
O cooperativismo de crédito tem a capacidade de gerar transformações positivas na sociedade, seja por meio do apoio ao empreendedorismo ou ações que contribuem com o desenvolvimento de economias locais, gerando inclusão. São mais de 100 anos de atividade.
De acordo com o Woccu Statistical Report 2019, desenvolvido pelo Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito, o modelo está presente em 118 nações com mais de 291 milhões de associados e 85 mil cooperativas.

No Brasil, o cooperativismo de crédito reúne aproximadamente 11 milhões de associados e 873 cooperativas, que, juntas, somam quase R$ 274 bilhões em ativos. “O principal capital de uma cooperativa financeira são as pessoas. Onde houver necessidade de atendimento, lá perto com certeza haverá uma instituição deste modelo. Prova disso são as 600 cidades brasileiras nas quais a única Instituição financeira presente é uma cooperativa”, afirma o presidente da Sicredi Sul SC, Aloísio Westrup.

Os benefícios do cooperativismo de crédito à sociedade foram objeto de estudo realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e divulgado neste ano. O levantamento chegou à conclusão de que o cooperativismo é capaz de incrementar o Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios em 5,6%, criar 6,2% mais vagas de trabalho formal e aumentar o número de estabelecimentos comerciais em 15,7%, estimulando, portanto, o empreendedorismo local.

Para apoiar os empreendedores locais, o Sicredi deu início, em maio, ao movimento "Eu Coopero com a Economia Local", buscando engajar as pessoas e entidades em prol do fomento do consumo de empreendimentos das suas localidades. A iniciativa reforça a sinergia entre o cooperativismo de crédito e os pequenos empreendedores, e está sendo realizada em todo o Brasil com a participação de mais de 100 entidades parceiras.

No sul catarinense, a campanha mobilizou entidades de classe como associações empresariais e câmaras de dirigentes lojistas, e contou com materiais publicitários, audiovisuais e eventos online que evidenciaram a capacidade de reinvenção e transformação de empreendedores locais. Outra prova de integração com as comunidades foi dada pela cooperativa em 2020, com a implementação do Fundo Social da Sicredi Sul SC. Por meio da iniciativa, mais de 40 entidades de 10 cidades da região sul foram contempladas com recursos para a execução de projetos culturais, esportivos, educacionais, ambientais, de melhorias na área da saúde ou segurança pública.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias