Canal Içara

Canal Içara

13 de dezembro de 2019 - 18:36
Economia » Parque Empresarial de Esperança
Intermodal deverá ocupar 120 hectares
19/08/2013 às 21:18 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
O terceiro Encontro com o Prefeito da Associação Empresarial de Içara foi utilizado principalmente para a explanação da OpenMarket na noite desta segunda-feira, dia 19. A expectativa dos empreendedores é que um acordo com o município seja realizado até setembro. Uma das condições para isso é a localização de 40 hectares entre a BR-101 e a Ferrovia Tereza Cristina para a construção do terminal intermodal.

"Não podíamos comentar nada porque ainda estávamos construindo o negócio. Havia muitas dúvidas. O empenho do Poder Público foi motivador", coloca o investidor Edmilson Zanatta. "Vai ser uma grande indústria sem chaminé e com a geração de muito imposto. Vai ser uma operadora logística. É algo novo para a nossa região", acrescenta.

Ainda segundo ele, o empreendimento projetado preferencialmente para Içara deverá impactar diretamente nas rodovias. Também deverá atrair novas empresas para a cidade com o devido planejamento de curto a longo prazo conforme proposto o debate no evento. “Estamos correndo contra o relógio por já estarmos com alguma armadores querendo vir ao porto de Imbituba”, destaca diretor da OpenMarket, Marcelo Christiano.

“Tenho certeza que a colocação deste terminal mudará as condições da cidade e da região. É um terminal grande. Não serão 40 hectares. Serão 120 e não temos isto em qualquer local. Temos isto apenas na parte Norte da Fazenda Guglielmi. É claro que eles não farão uma doação. É preciso desapropriar e a Prefeitura Municipal não tem dinheiro para comprar. Na medida em que as empresas tenham interesse de se estabelecer, poderemos fazer as desapropriações pelo preço de mercado com o valor pago pelos interessados”, esclarece o prefeito Murialdo Canto Gastaldon.

“Vamos ter que fazer uma grande reunião em Içara ainda nesta semana com todas as outras entidades da cidade porque o terreno que se precisa não é pouca coisa. São 40 para a empresa especificamente e outros 80 para atividades complementares”, indica. A estimativa da OpenMarket, Grupo Jayme Zanatta e a Ferrovia Tereza Cristina é que toda a estrutura fique pronta em menos de quatro anos com o investimento de R$ 40 milhões.

“Hoje já temos um sério problema que é levar trator para o Norte e o Nordeste do país. Com certeza seremos beneficiados e pensaremos na exportação. Vai garantir uma logística em tempo muito mais preciso. Hoje de caminhão não consigo ter a certeza de quando a mercadoria chegará ao destino. Isto vem somar e vai garantir mobilidade”, enaltece o proprietário da Budny Tratores, Carlos Budny.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas