Canal Içara

Canal Içara

16 de junho de 2019 - 22:17
Economia »
Lojas antecipam compras
27/10/2008 às 15:32 | Lucas Lemos
Com o dólar em alta, a importação de eletrônicos deve ser prejudicada. Se a situação permanecer, o fim de ano (Natal) deverá ser revertido em um aquecimento econômico interno. Os presentes mais acessíveis serão aqueles que são produzidos no Brasil. Ou, os eletrônicos que foram adquiridos pelas lojas antes da elevação na moeda americana.

Para demonstrar o quanto a crise americana reflete no bolso dos içarense, o Canal Içara utilizou um notebook como exemplo. Atualmente, o preço de um Acer AS5520 é de U$$ 675 (dólares). Se fosse comprado em 24 de setembro deste ano, o computador portátil seria revertido em R$ 1,2 mil. Com a cotação registrada às 14h26 desta segunda-feira, dia 27, o mesmo notebook custaria atualmente R$ 1,6 mil. Neste caso, a diferença causada pelo câmbio é de R$ 400.

Além dos eletrônicos - que são os presentes favoritos dos adolescentes -, as crianças também devem sofrer com toda essa movimentação financeira. Algumas empresas importadoras já anunciaram o aumento em cerca de 15% no preço de brinquedos, incluindo bonecas. Para evitar um possível prejuízo, os pedidos de Natal foram antecipados. "Não vamos repassar o aumento para os clientes porque fizemos as compras com dois meses de antecedência, ainda com o valor antigo da moeda americana", explica o proprietário da loja Casa Otomar, Marcelo Casagrande. Segundo ele, em tempos de dólar estável, os pedidos para o fim do ano seriam feitos somente em novembro.

Para quem não trabalha com importadoras a realidade é outra. No Paraguai, onde diversos produtos são comprados pelos lojistas, a cotação para turismo – câmbio utilizado para este fim – já foi alterado. Atualmente, cada dólar corresponde a R$ 2,39. Antes, esse valor era de até R$ 1,8.


PORQUE O DÓLAR SOBE SE OS ESTADOS UNIDOS ESTÃO EM CRISE?

"É a lei da oferta e da procura", explica o economista içarense Juliano Giassi Goularti. Segundo ele, quando há mais compradores do que dólar, a tendência é que a moeda fique valorizada diante do real. Isto acontece porque os investidores com títulos do governo do Brasil estão tirando o dinheiro do Brasil para utilizarem nos países de origem, onde precisam quitar as dívidas.

"Quando há uma crise, a tendência dos investidores é buscar o que é mais seguro. E apesar de a atual crise ter começado nos Estados Unidos, o dólar ainda é considerado o mais seguro pelos investidores", afirma o economista André Sacconato, da Tendências Consultoria, em entrevista para a BBC/Brasil.

Na opinião de economistas, os efeitos mais danosos estão relacionados à inflação. Muitos produtos consumidos no Brasil têm preço influenciado pelo dólar e ficam mais caros com a alta da moeda americana, o que pressiona a inflação para cima.


INFOGRAFIA - DÓLAR PARALELO (UTILIZADO NA BOLSA DE VALORES)

Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas