Canal Içara

Canal Içara

07 de dezembro de 2019 - 10:02
Economia »
Nova parceria público-privada propõe transformar lixo em energia
20/02/2018 às 08:00 | Especial do Jornal Gazeta
Lucas Lemos [Canal Içara]
O lixo poderá se transformar em energia elétrica em Içara. Ao todo, duas empresas já demonstraram interesse em elaborar os projetos técnicos. E caso aceitem o termo de compromisso, terão 70 dias para apresentação do trabalho. “A partir disso, então a gente encaminha para o Tribunal de Contas do Estado para que eles analisem esta questão. No momento em que eles confirmem que esteja tudo dentro das necessidades, vamos dar sequência aos trâmites seguintes”, informa o prefeito Murialdo Canto Gastaldon (PMDB).

A necessidade de o processo passar pelo aval do TCE é devido a parceria público-privada. Depois que for aprovado, a Administração Municipal poderá dar início ao processo licitatório. “É a partir deste trâmite que a gente conhecerá de fato a empresa que deve ser a responsável pela execução do trabalho”, aponta. De acordo com o prefeito, a ideia é que uma empresa receba o lixo - atualmente conduzido para o aterro sanitário - e realize a produção de energia.

No que tange às questões de coleta, permanecerá da forma como é realizada hoje. E nada vai interferir no projeto de reciclagem desenvolvido a partir da coleta seletiva. “Será escolhida aquela empresa que oferecer a melhor proposta para o município. Por exemplo, se uma empresa oferecer que isentará em 20% o valor que é referente à cobrança de aterro sanitário e outra oferecer 15%, a empresa escolhida para este processo será a de 20%”, explica.

“Tal fato reduzirá no valor da cobrança da taxa de lixo. Não da coleta, que permanecerá inalterada, mas na questão de aterro. Se for 20%, a redução ao contribuinte será de 20% neste segmento”, ressalta o prefeito. “Há toda uma questão burocrática que a gente sabe que leva um tempo, então não é algo que vá ser instalado logo. Mas o nosso planejamento é que no máximo até o final de 2019 esta usina realmente esteja em funcionamento”, coloca.

Sistema experimental é utilizado em aterro

A empresa atualmente responsável pelo aterro sanitário em Içara já conta com um sistema experimental para a geração de energia elétrica. O espaço já está em funcionamento desde 2017. “O sistema que nós utilizamos atualmente é apenas para o consumo interno, sem previsão de se externar. Como a empresa recebe este lixo, então já se utiliza para a geração de energia”, afirma o engenheiro responsável pelo projeto, Luca Rieth. “E nós temos a comprovação que é algo que realmente dá certo. Implantamos e é viável”, enfatiza.

+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas