Canal Içara

Canal Içara

21 de julho de 2019 - 14:50
Economia »
Número de empresas cresce 56%
21/12/2007 às 10:14 | Especial de Cristiano Medeiros, do Jornal Agora
Içara, atualmente, possui cerca de 24 mil pessoas economicamente ativas (empregadas). A cada ano, o mercado de trabalho na cidade aumenta gradativamente. Segundo dados do Sistema Nacional de Emprego do município (Sine), o crescimento anual de empresas está em 20%. Este número reflete os dados coletados entre maio de 2005 e maio de 2007. Em 2005, eram 1,6 mil empresas. Hoje, esta quantidade ultrapassa 2,5 mil empreendimentos. Quanto mais empresas instaladas no município, mais empregos e renda são geradas. O resultado disto é o crescimento da cidade.

A Associação Comercial e Industria de Içara (ACII) fez uma parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) que dá oportunidade ao jovem de ingressar no mercado de trabalho. “É muito importante esse tipo de parceria, muitas vezes é através do CIEE que o jovem tem a chance de desenvolver suas aptidões profissionais”, conta o presidente da ACII, Adalberto Pizzetti.

Uma boa localização geográfica, com a BR-101 atravessando o município e grandes áreas disponíveis para a instalação de parques industriais, estão entre as maiores vantagens de Içara. Somente no bairro Pedreiras, foi implantado um distrito industrial onde 16 empresas de diversos setores empregam aproximadamente 600 trabalhadores.

Mesmo com a instalação de indústrias no município, é visível a dificuldade para diversas pessoas conseguirem uma oportunidade no mercado de trabalho. A baixa escolaridade é um dos principais motivos para a não efetivação de trabalhadores. “Muitas pessoas nos buscam para conseguirem um emprego, mas esbarram nos pré-requisitos que as empresas exigem. Todas querem ensino médio e isso realmente dificulta na contratação de empregados”, fala o coordenador do Sine em Içara, Diego Casagrande.

Ao todo, o Sine de Içara possui cerca de 10,5 mil inscritos. Vagas que variam de costureiro, motorista, auxiliar de escritório, operador de máquinas e vendedor de comércio são as que mais empregam.

Entre os principais setores do município está o da confecção e indústria de plásticos. O comércio içarense também é um dos que mais empregam. De acordo com o Sine, as lojas da cidade possuem cerca de 650 vendedores.

Uma das maneiras de driblar a baixa remuneração, que muitas empresas oferecem, é trabalhar em mais de um emprego. A secretária Janete Silva de Moraes é uma das pessoas que adotaram esta opção. “O meu primeiro emprego é na Unisul de Içara. Na parte da manhã presto atendimento aos acadêmicos. Meu segundo emprego é à tarde, na Caixa Econômica Federal de Criciúma. Realizo análises de documentos, atendo telefonemas entre as muitas coisas que faço”, revela ela. “Trabalho em dois empregos, pois preciso pagar minha faculdade. É um dos principais motivos”, justifica a secretária.

O maior incentivo para a geração de empregos em Içara é a parceria entre a Prefeitura Municipal e as empresas interessadas em investir no município. Isto porque os empresários recebem determinadas isenções fiscais. Içara superou a decadência do carvão, fonte de renda da cidade no passado. Hoje, com novas instalações de grandes empresas no município, está se desenvolvendo e gerando muitos empregos para o povo sul-catarinense.

+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas