Canal Içara

Canal Içara

05 de abril de 2020 - 00:55
Economia »
Portabilis e Fundação Lemann unem-se por maior software livre educacional do país
28/02/2018 às 10:58 | Redação | com a colaboração de Lucas Lemos, da Inoova Comunicação
Lucas Lemos [Inoova Comunicação]
A Portabilis vai trabalhar para tornar o i-Educar um software livre ainda mais completo em 2018 e, assim, contribuir para a melhoria na gestão educacional do país. A aceleração da incorporação das inovações desenvolvidas pela empresa içarense já começou com o apoio da Fundação Lemann. O aumento da equipe de desenvolvedores proporcionará, por exemplo, a integração do Diário de Classe também como software livre, com acesso direto dos professores mesmo em ambientes sem conexão com a Internet.

Segundo o CEO, Tiago de Faveri Giusti, a intenção da parceria é beneficiar milhares de municípios. "Em algumas regiões quase 90% das cidades não possuem software educacional. Estes municípios que fazem o trabalho manual para o cálculo de notas e boletins escolares desprendem energia que poderia ser utilizada na melhoria do processo de ensino-aprendizagem. Precisamos transgredir este processo para termos indicadores mais efetivos", coloca.

"Mesmo sendo a empresa que mais entrega contribuições todos os anos, sabemos que não é suficiente pra causar o impacto que queremos. Se sonhamos com grandes transformações, precisamos nos comprometer com grandes desafios! Então, a nossa missão para 2018 é tornar o i-Educar o maior software livre educacional do Brasil", completa. A ferramenta em nuvem computacional oferece atualmente módulos para escola, biblioteca, servidores e transporte escolar.

"Fizemos um processo de pesquisa para ver as ferramentas de código aberto disponíveis no mercado. Encontramos na Portabilis uma solução e uma equipe boa para implementação do i-Educar. Até agora tem sido uma experiência excelente. Estamos começando o projeto, mas temos o sentimento que será uma bela parceria para a educação brasileira a partir de um software gratuito", sublinha o head de digital da Fundação Lemann, Pedro Ivo Resende.


Novo código permitirá customização

O primeiro passo desta parceria vai proporcionar a revisão do código do programa para otimizar o software e oferecer novas funcionalidades. "Vamos oferecer uma opção mais fácil de instalar, customizada e ainda de desenvolvimento colaborativo", acrescenta Pedro. Além de contribuir no desenvolvimento do i-Educar, a fundação atuará em conjunto com a Portabilis na implementação em municípios. "Isto gerará ganhos pedagógicos, financeiros e outros aspectos", acrescenta Pedro.

A Portabilis Tecnologia de Içara é responsável pela gestão dos dados de mais de 250 mil alunos no país com a solução i-Educar. Além de oferecer suporte aos municípios, a empresa também é gestora da comunidade desenvolvedora do software livre desde 2010. Já a Fundação Lemann foi criada em 2002 pelo empresário Jorge Paulo Lemann, sem fins lucrativos, para o desenvolvimento e apoio a projetos em educação com pesquisas sobre políticas públicas no setor, formação para profissionais da área e o aprimoramento de lideranças.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias