Canal Içara

Canal Içara

19 de janeiro de 2022 - 07:53
Economia »
Rosimeri Vieira: Desenvolva a capacidade de resolver problemas complexos
Essa é uma das competências que estão no ranking de soft skills para o mundo do trabalho
13/01/2022 às 11:00 | Rosimeri Vieira
No texto anterior explanamos o conceito, surgimento e a importância das Soft Skills ou competências socioemocionais no mundo do trabalho. Foi possível compreender que elas surgiram no Fórum Mundial Econômico, sendo em 2020 o 50º encontro, das quais listadas em um ranking de 10 competências. E a capacidade de resolver problemas complexos é uma das competências mais procuradas no mundo do trabalho já que somos pagos para resolver problemas e não para criá-los.

Contudo, é importante distinguir o que é um problema complexo. Os autores mais citados no mundo para isso são Gouberman e Zimmerman (2003), pois apresentam de forma objetiva e coerente o tema. Segundo eles, os problemas podem ser simples, complicados e complexos:

PROBLEMAS SIMPLES, como seguir uma receita, podem abranger algumas questões básicas de técnica e terminologia, mas uma vez que estes são dominados, seguir a receita carrega consigo uma garantia de sucesso.

PROBLEMAS COMPLICADOS contêm subconjuntos de problemas simples, mas não são meramente redutíveis a eles. Sua natureza complicada muitas vezes está relacionada não apenas à escala de um problema como o envio de um foguete para a lua, mas também para questões de coordenação ou especializada perícia. Problemas complicados, embora generalizáveis, não são simplesmente uma montagem de componentes.

PROBLEMAS COMPLEXOS podem abranger subsídios comparados aos problemas simples, contudo, não se redutíveis a nenhum deles, uma vez que eles também têm requisitos, incluindo uma compreensão das condições locais únicas, interdependência com o atributo adicional de não linearidade, uma capacidade de adaptação conforme as condições mudam (subjetivos, exclusivos, únicos).

Inevitavelmente, problemas ou sistemas complexos carregam consigo grandes elementos de ambiguidade e incerteza que estão em muitas maneiras semelhantes aos problemas associados à criação de um filho.

Apesar da incerteza associada à complexidade, todos os três tipos de problemas podem ser abordados com algum grau de otimismo: esperamos criar um filho, apesar da complexidade. E, apesar de contínua e rotineira, a resolução de problemas implica dúvidas e incertezas acerca da melhor solução para os mesmos, ou de quais os melhores cursos de ação, ou por quais comportamentos optar para tomar decisões .

As diferenças no pensar e atuar são nítidas entre quem está seguro confiante e quem tem dúvidas e se sente inseguro acerca do melhor caminho a escolher. Em algumas circunstâncias, a dúvida pode ser paralisadora, estando frequentemente associada a dificuldades em atuar e emoções muito negativas e desagradáveis.

Seja mais assertivo na resolução de problemas (Baptista, 2013):
- Defina com clareza o problema a definir;
- Faça uma análise do problema e assegure-se de que compreende todas as suas dimensões ou facetas;
- Estabeleça seus objetivos;
- Aponte o maior número de soluções possíveis;
- Analise as vantagens e desvantagens;
- Clarifique as condições de implementação.

Sucesso e até a próxima semana com a segunda Soft Skills!

Referências
- Baptista, A. Aprender a ser feliz: exercícios de psicoterapia positiva. Lousã: Pactor. Portugal, 2013.
- Glouberman, Sholom; Zimmerman, Brenda. 1 Sistemas complicados e complexos: como seria uma reforma bem-sucedida do Medicare? . University of Toronto Press, 2016.

+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias