Canal Içara

Canal Içara

28 de outubro de 2020 - 14:36
Esportes » Brasileirão 2016
14/06/16: Criciúma vs Bahia marca a história
14/06/2016 às 23:30 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
Caio Marcelo [Criciúma EC]
Sabe aquele jogo que acontece de tudo um pouco? Assim podemos resumir o confronto entre Criciúma e Bahia, na noite agradável/relativamente fria desta terça-feira, dia 14, no Estádio Heriberto Hülse. Teve bola na trave, pênalti não marcado, pênalti assinalado, gol cara a cara perdido, pênalti desperdiçado, frango do goleiro e, o mais importante: virada no placar.

Foram poucos torcedores que estiveram pessoalmente assistindo, com o público de aproximadamente 3,6 mil pessoas, incluindo a torcida do Bahia. Mas estes fanáticos sabem que o jogo da nona rodada da Série B do Brasileiro será inesquecível, estará eternizado na memória dos atletas e na história do tricolor Sul-catarinense.

Erros
Todos erraram, incluindo ambas as equipes e arbitragem. O árbitro errou ao não marcar pênalti sobre o Gustavo. O camisa 9 do Criciúma foi derrubado dentro da área. Ele partia em velocidade, na cara do gol, mas recebeu um leve toque que o desequilibrou. Pênalti não marcado, erro do árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro/RJ. Ezequiel também errou. O lateral-direito do Tigre ficou livre na pequena área e isolou a bola. Jogador profissional não pode perder esse tipo de chance.

Elvis errou. O camisa 10 tricolor chutou (novamente) da maneira que o goleiro gosta. O pênalti foi cobrado em meia altura, no canto. Sem contar que a força do chute foi extremamente abaixo do esperado. Luiz errou. O goleiro do Tigre aceitou um chute de fora da área. É o típico “frango”. A bola passou por baixo dos braços dele e morreu no gol. Incompetência e falta de concentração do camisa 1.

O centroavante Gustavo também errou ao cometer falta no goleiro do Bahia. O carrinho dado pelo atleta teve força desproporcional e a expulsão foi justa. Quem perde é o Tigre, que não poderá contar com Gustavo na próxima partida, em casa, às 16h de sábado, dia 18, contra o Tupi/MG.

Acertos
A estrela de Gustavo voltou a brilhar. Ele foi o autor de dois gols na partida. Méritos do centroavante, que se aprimora a cada dia para tornar-se referência do Criciúma no ataque. O primeiro gol foi típico de centroavante nato. Recebeu cruzamento rasteiro: gol. Chute forte, certeiro, bem colocado. No segundo gol, uma bela cabeçada, em que o atleta explora bem a altura que lhe pertence.

O terceiro gol do Tigre foi o mais dramático da partida, porque ali a virada no placar aconteceu. O placar terminou 3 a 2 para o Criciúma, graças ao chute cruzado do zagueiro Raphael Silva e a casquinha de cabeça, que foi executada pelo atacante Hélio Paraíba.

14/06/2016
Terça-feira, 14/06/2016. Anote esta data, porque partidas assim não ocorrem rotineiramente. Uma virada extraordinária do Criciúma, que demonstrou empenho e determinação para reverter a situação no placar. São mais três pontos na tabela de classificação, além da moral conquistada ao terem superado o Bahia, que é uma das equipes com maior estrutura de plantel na Série B do Brasileiro.

O coração do torcedor carvoeiro bate mais forte; A região que respira futebol dorme e acorda mais feliz; O sentimento de orgulho aflora; O Criciúma Esporte Clube mostra sua força diante de um dos gigantes do futebol brasileiro, bicampeão da primeira divisão nacional: Esporte Clube Bahia.
+ Esportes
Participe também com seus comentários

últimas notícias