Canal Içara

Canal Içara

31 de outubro de 2020 - 14:03
Esportes » Brasileirão 2016
Bagagem vazia na primeira de duas missões
28/06/2016 às 00:45 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
Assessoria [Atlético Goianiense]
A expectativa em torno do Criciúma fica por conta dos dois jogos fora de casa que a equipe enfrenta antes encontrar o caminho de volta ao Heriberto Hülse. A primeira partida fora dos domínios do tricolor Sul-catarinense ocorreu nesta segunda-feira, dia 27, no Estádio Serra Dourada. O Tigre foi derrotado pelo Atlético Goianiense por 1x0.

Atuação
A atuação do elenco tricolor na primeira etapa mostrou equilíbrio. Mas o setor ofensivo da equipe não conseguiu fluir como esperava-se que acontecesse. Isso porque o centroavante Gustavo foi fortemente marcado e o Criciúma não conseguiu executar um “Plano B”. Faltou velocidade e poder de finalização para levar perigo iminente ao adversário. Espera-se que o técnico Roberto Cavalo corrija este erro contra o Londrina/PR, na 14ª rodada da Série B do Brasileiro.

Gol sofrido

O lance em que o Tigre sofreu o gol parece um "Dejá vu", ou seja, aquela sensação de já ter vivenciado a situação. E realmente o episódio se repetiu. O zagueiro Raphael Silva é lento na recuperação dos movimentos. Isso faz com que o atacante adversário se sobressaia na maioria das oportunidades. A culpa pelo gol sofrido pelo Criciúma pode ser creditada a Raphael Silva.

É claro que a marcação na lateral-esquerda falhou, mas o zagueiro tricolor não pode se dar ao luxo de contar com a sorte e torcer para que o adversário (no caso, o autor do gol é o meia Jorginho) não seja ágil e competente na finalização.

½ falhada

Voltar para Criciúma com nenhum ponto na bagagem é frustrante. Seis ou quatro pontos não há mais possibilidade de serem conquistados nos dois confrontos em domínio adversário. A derrota para o Atlético/GO faz com que o Tigre seja pressionado a obter ao menos um empate contra o Londrina/PR, porque em casa, contra o Bragantino, a vitória também não foi conquistada. Portanto, caso o Tigre não faça por merecer nas próxima rodadas, o “segundo pelotão” da tabela de classificação da Série B começa a encostar e até deixar a equipe criciumense para trás.

As rodadas passam e o Criciúma precisa criar um duelo interno, pessoal. Se o clube realmente pensa no acesso à Série A, precisa terminar o primeiro turno com pontuação superior a 30. Restando seis rodadas para o término do turno, o Criciúma tem 21 pontos. Um aproveitamento de 50% (uma vitória a cada dois jogos) pode manter a equipe ativa em busca da estabilidade no G4.
+ Esportes
Participe também com seus comentários

últimas notícias