Canal Içara

Canal Içara

19 de setembro de 2019 - 12:08
Esportes »
'Carboníferas' passam para a final do Coroa Bom de Bola
05/03/2007 às 12:06 | João Pedro Alves | fmeicara.com
Carbonífera Criciúma e Carbonífera Metropolitana/Wb Representações/KBÇA Automóveis farão a final do Coroa Bom de Bola 2006/2007 – Taça Cooperaliança. As equipes suaram muito nos duelos semifinais contra Dalbelli e Engeterra. O público que foi à arena do Coroa no sábado viu duas partidas emocionantes.

A areia firme da quadra fez com que os atletas trabalhassem o toque de bola no chão, possibilitando um jogo mais rápido. O principal beneficiado foi o público que assistiu às partidas, que vibrou bastante com as jogadas.

Carbonífera Metropolitana/WB Representações/KBÇA Automóveis e Engeterra fizeram um jogo bastante nervoso. Já no primeiro tempo, a equipe da Engeterra perdeu o seu goleiro titular, após jogada em que fez falta no último homem do ataque da Carbonífera Metropolitana. A diferença numérica entre as equipes não tirou o equilíbrio da partida.

Um tumulto envolvendo torcedores da Carbonífera Metropolitana e o banco da Engeterra contribuiu para que os ânimos aflorassem ainda mais. No segundo tempo, o árbitro expulsou mais um jogador de cada equipe, depois de se desentenderem na grande área da Carbonífera Metropolitana, onde esperavam a cobrança de uma falta.

O tempo normal terminou empatado em um gol. O resultado levou o jogo à prorrogação. Um novo empate daria a classificação para a Carbonífera Metropolitana, devido a melhor campanha durante toda a competição.

A Engeterra abriu o placar, e pouco tempo depois a Carbonífera Metropolitana igualou o placar. No minuto final da primeira etapa, a Engeterra teve uma grande oportunidade de tomar a frente do placar novamente em uma cobrança de pênalti, que não foi aproveitado. No segundo tempo, brilhou a estrela do artilheiro do campeonato, Laércio Zavatini, que deu números finais a partida, marcando o gol da vitória e da classificação para a Carbonífera Metropolitana.

No outro jogo, a Carbonífera Criciúma, equipe de melhor campanha no campeonato, e o Dalbelli, equipe em franco crescimento na competição também fizeram um jogo disputado.

A Carbonífera Criciúma foi para cima, em busca do resultado, enquanto o Dalbelli apostou nos contra-ataques. Mais objetivo, o Dalbelli abriu o placar justamente em uma jogada de contra-ataque.

O camisa nove da Carbonífera Criciúma, Pereira, foi fundamental para a vitória. Oportunista, marcou os dois gols de sua equipe, que se manteve invicta na competição, assim como o outro time finalista, da Carbonífera Metropolitana.

A final será disputada no próximo sábado, às 16h. O regulamento será o mesmo da fase semifinal. A equipe de melhor campanha nas duas fases, Carbonífera Criciúma, joga por igualdades no tempo normal e na prorrogação.
+ Esportes
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas