Canal Içara

Canal Içara

18 de outubro de 2019 - 20:34
Esportes » Estadual de Vôlei 2013
César poderá ser alternativa para oposto
16/09/2013 às 23:37 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Com Rafael Kebuba em recuperação, uma das opções do time de vôlei de Içara poderá ser improvisar no início do Estadual com César Augusto Cichelero de oposto. Não seria a primeira vez do meio de rede na função. A posição alternativa já foi ocupada no Juvenil da UCS (RS) em 2009. “O tempo de bola no ataque muda muito. Como oposto fica o tempo inteiro em quadra, é mais cansativo. Mas sair da zona de conforto é sempre bom”, sublinha.

“Acredito que temos boa chance de título. Santo Amaro é uma equipe jovem que não podemos dar chance de crescer. Chapecó já vencemos nos Jogos Universitários Catarinenses e temos que manter o histórico. Temos que aproveitar também que Florianópolis vem de um final de projeto e início de outro”, indica. “Temos jogadores com várias características. Isto é bem importante em uma equipe de vôlei”, enaltece.

Natural de Garibaldi (RS), aos 21 anos, César é atualmente o jogador mais alto do elenco da Fundação Municipal de Esportes e da Esucri. Tem 2,02m. “Iniciei bem cedo no futsal aos seis anos. Quando comecei a crescer, fiz a troca para o vôlei por influência do meu pai e tio que jogavam. Nunca gostei do basquete”, aponta. A paixão pela modalidade resultou na inserção na base do Bento (RS) logo aos 10 anos.

No Brasileiro de Seleções, César representou o Rio Grande do Sul, obteve três bronzes e foi eleito o melhor bloqueador em 2011. Conquistou quatro títulos gaúchos com a base na UCS (RS). Fez parte também da SuperLiga A com o time de Caxias do Sul (RS) e o Sogipa, de Porto Alegre (RS). Foi campeão ainda da SuperLiga B de 2012 com Canoas (RS). Além disso, tem no currículo o Sesi (SP) e o Pinheiros (SP).

Segundo o atleta, o desafio em Içara foi aceito pela confiança no técnico. “Pesou bastante o Luciano ser bastante transparente nos objetivos e condições da equipe e poder conciliar com a faculdade de Direito que eu já tinha começado quando jogava no Rio Grande do Sul”, coloca. “Eu tenho como objetivo criar espaço pra mim no mercado da Superliga e me estabilizar no esporte. Mas quando há oportunidade é importante conciliar com um segundo plano que, no meu caso, é a faculdade de Direito”, completa.
+ Esportes
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas