Canal Içara


17 de outubro de 2017 - 09:31
Esportes »
Criciúma se adapta ao regulamento e vence
16/02/2017 às 19:09 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
O primeiro passo foi dado. O Criciúma está classificado à segunda fase da Copa do Brasil. Este ano, com o novo regulamento, os times considerados grandes devem ter mais cuidado ao enfrentar os teoricamente inferiores. Isso porque nas fases iniciais há apenas um jogo em que o visitante joga pelo empate para obter a classificação. Diferente dos anos anteriores, em que era possível reverter a vantagem em 90 minutos de jogo (ida e volta).

O Tigre soube se adaptar ao novo regulamento, não precisou utilizar a vantagem do empate para se classificar e venceu por 1x0, com gol de Alex Maranhão na parte final do segundo tempo.

Se expôs, correu risco, mas buscou a vitória
O Criciúma começou o jogo esperando a tomada de atitude do adversário. Falhou defensivamente em algumas oportunidades que poderiam ter colocado tudo por água abaixo. Mas a equipe terminou o primeiro tempo com superioridade diante do Santo André. Aquele velho problema persiste: chances claras de gol que não são convertidas em gol.

Gol tranquilizador
No segundo tempo, o time paulista tentou a vitória, que daria a classificação. Mas o Criciúma também buscava o gol tranquilizador. Não foi um ataque contra defesa; Não foi um criciúma acuado, com medo de tomar gol; Não foi um time que coloca o regulamento debaixo do braço e torce para o cronômetro acelerar.

O Tigre soube usar a vantagem inicial a seu favor e anotou um gol no momento em que tudo poderia desandar. Um gol do Santo André na parte final do confronto, com o jogo empatado, praticamente daria a classificação à equipe paulista. Por isso o gol de Alex Maranhão foi tão importe.

Passo a passo
O Tigre enfrenta o Altos/PI na segunda fase da Copa do Brasil. O jogo ocorre em 22 de fevereiro, no Estádio Heriberto Hülse. O regulamento prevê jogo único. Só que agora o empate leva a partida para os pênaltis.

Na Copa do Brasil, cada fase é uma surpresa. Não é recomendável menosprezar as equipes participantes, independente do confronto. Cada fase é uma emoção diferente.
*Erik Borges Vieira é acadêmico de Jornalismo e torcedor do Criciúma Esporte Clube
+ Esportes
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas