Canal Içara

Canal Içara

29 de outubro de 2020 - 23:36
Economia »
Internautas fascinados por brindes
24/03/2011 às 14:49 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Sabe aquele cafezinho servido no mercado para degustação? Ou então aquele pedacinho de chocolate? O uso de amostras é um artifício publicitário para atrair consumidores. A estratégia existe há muito tempo. E, não é na era da Internet que deixaria de existir.

A diferença é que na web toda promoção ganha uma dimensão maior devido principalmente as redes sociais. Ao menos no Brasil uma legião de internautas é motivada pela procura de brindes. A constatação leva em consideração, por exemplo, a quantidade de comunidades e tópicos sobre o assunto no Orkut (www.orkut.com).

“Além de deixar as pessoas expostas de maneira bem mais real ao produto, a disponibilização de produtos gratuitos pela Internet faz os consumidores interagirem com a empresa. E isso cria um reconhecimento de marca. Agora, claro, que também depende do tipo de público. Existem nichos que não se encontra em redes sociais. Aí, esse tipo de promoção e divulgação não tem tanto retorno”, lembra a publicitária Bruna Costa Colle para quem deseja oferecer este tipo de atrativo.

Para as empresas, o envio de amostras por meio de cadastros na Internet gera benefícios diferenciados. Além de divulgar a marca e o produto, os dados colocados pelo consumidor passam a integrar também um banco de dados para futuras ações de marketing. Contudo, há também sites que se utilizam deste atrativo para fazer as pessoas colocarem informações pessoais para o uso em crimes. A recomendação é não detalhar documentos de CPF, RG ou cartões bancários.

Como uma das maiores aglomerações do gênero, somente a comunidade "Amostras Grátis Brindes Free" reúne mais de 72,3 mil membros. Criado em 10 de abril de 2008, o grupo tem mais de 50 páginas de links para o recebimento de produtos. As opções variam entre calendários, preservativos, xampus, sabão em pó, bebidas e revistas. E a maioria destes itens realmente chega aos endereços desejados. A prova de que os pedidos dão certo está nos fóruns destinados ao depoimento de quem recebeu algo. A fim de tentar também?
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias