Canal Içara

Canal Içara

25 de agosto de 2019 - 14:58
Política » Operação Confidentia
Gaeco investiga mandato de Dalmolin
25/05/2016 às 15:00 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas tem cinco buscas e apreensões para cumprimento em Içara quarta-feira, dia 25. Além disso, foram expedidos seis mandados de condução coercitiva, um deles do vereador Márcio Dalmolin (PSD). Trata-se do único agente político com mandato envolvido na Operação Confidentia. Ele teve documentos apreendidos no gabinete. Conduto, não foi achado no local devido a uma viagem à Florianópolis. A apresentação ao Gaeco deve ocorrer ainda nesta tarde.

A 2ª Promotoria de Justiça de Içara começou a investigar em maio de 2014 devido a denúncia de irregularidades relacionadas à campanha eleitoral e ao exercício do cargo de vereador com a exigência da devolução de parte do salário de dois de seus indicados para cargos comissionados para pagamento de favores prestados a credores na campanha. Ainda conforme divulgado pelo Ministério Público, os indícios são de peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro envolvendo três agentes públicos - dois da Câmara Municipal e um da Prefeitura.

A investigação também inclui informações sobre compra de votos realizadas na campanha de 2012, entregues por um dos assessores, e, desde então, sob apuração da Delegacia de Polícia Federal de Criciúma. “Eu já tenho conhecimento dessa denúncia, todavia desconheço ainda a relação com a operação do Gaeco. Fiquei surpreso com esta ação. Mas estou tranquilo”, coloca Márcio Dalmolin. Uma entrevista coletiva sobre o assunto será realizada no Fórum de Criciúma às 18h30 desta quarta-feira.
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas