Canal Içara

Canal Içara

07 de dezembro de 2019 - 12:41
Política » Operação Confidentia
Judiciário determina afastamento de Márcio Dalmolin
18/04/2018 às 11:24 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A Câmara Municipal de Içara deverá efetuar o afastamento do vereador Márcio Dalmolin (PSD). A decisão liminar do juiz Fernando Dal Bó Martins atinge também a assessora Rosangela Zanolli Vieira, contudo, já licenciada devido ao período de maternidade. Segundo o magistrado, há indicativos de que ambos valeram-se indevidamente das funções públicas. O processo tramita em primeira instância e ainda cabe recurso.

Junto com Márcio, cinco pessoas foram denunciadas por peculato e lavagem de capitais pelo Ministério Público como resultado da Operação Confidentia realizada em 2016. Na esfera penal, o vereador é acusado de obter parte do salário da assessora e de ter articulado a nomeação de um motorista na Secretaria Municipal de Saúde em função de chefia incompatível com a atividade desenvolvida. Além disso, responde por crime eleitoral.

Na casa da assessora houve a apreensão de relações de nomes, placas de veículos, números de seções eleitorais e números de votos. Já no gabinete do vereador o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas recolheu uma lista de exames médicos que e de medicamentos requisitados. O vereador foi procurado pelo Canal Içara, mas as tentativas por telefone não foram exitosas nesta manhã.

Conforme determinado pelo juiz, o presidente Alex Ferreira Michels (PSD) terá 48h para o cumprimento da decisão. A notificação sobre a liminar ainda não ocorreu. E até sexta-feira o presidente estará fora da cidade. Caberá a Casa ainda definir se manterá, ou não, a remuneração durante o período indeterminado de afastamento requisitado pelo promotor Marcus Vinicius de Faria Ribeiro.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas