Canal Içara

Canal Içara

20 de outubro de 2021 - 12:44
Política » Escândalo das Cédulas
MIV pedirá afastamento de indiciados
01/07/2011 às 14:39 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Provocador das investigações sobre vereadores e que atingiu também a Cooperaliança, o Movimento Içarense Pela Vida (MIV) pedirá o afastamento daqueles que acabaram indiciados pelo Grupo de Atuação contra o Crime Organizado (Gaeco). O posicionamento da entidade social foi acertado em reunião na noite de quinta-feira, dia 30. Já a cobrança efetiva iniciará na próxima sessão da Câmara Municipal.

Conteúdo relacionado:
Especiais » Acompanhe mais notícias sobre o escândalo das cédulas


"Vamos nos manifestar no Legislativo para que os vereadores instalem o mais rápido possível a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Queremos também o afastamento dos vereadores indiciados durante a apuração dos fatos. O mesmo será feito no Hospital São Donato com Acirton Costa (PMDB). Já no caso da cooperativa, vamos cobrar do Conselho Fiscal o afastamento temporário de toda a diretoria", anuncia um dos integrantes do MIV, Renato Brígido.

A retirada de campo de Itamar da Silva (PP), Darlan Carpes (PP), Acirton Costa (PMDB) e de toda a diretoria da empresa de eletrificação de Içara faz parte de um segundo objetivo do MIV. “Queremos moralizar a política em Içara. Para isso, vamos propor mudanças nos estatutos. A nossa ideia é que pessoas com cargo político não possam ter vinculo empregatício com a cooperativa, nem atuem na presidência do hospital”, explica Renato.

“O Movimento pode fazer o que quiser. Este movimento é pela vida... pela vida deles. E, tem alguns políticos se aproveitando da situação para atacar os outros”, rebate Darlan Carpes. Quanto ao possível afastamento, contudo, preferiu não se manifestar. Além do presidente da Câmara Municipal, todos os outros nomes citados foram procurados. Porém, não foram localizados nos telefones pessoais.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias